Do "Oi, internautas" à live do século, isto é Dilma Rousseff - Revista Oeste

Em 23 abr 2020, 19:38

Do “Oi, internautas” à live do século, isto é Dilma Rousseff

23 abr 2020, 19:38

A ex-presidente começou a incursionar pelas redes sociais na época em que era candidata à Presidência da República

Uma semana depois da aparição em uma live do MST, na qual dissertou sobre o álcool, a água, o gel e o coronavírus – não necessariamente nesta ordem – Dilma Rousseff voltou a aparecer, ao vivo, numa rede social.

“Como que um país que… é o país que produz mais álcool etanol no mundo não é capaz de produzir gel com álcool pra poder… é… é… levar às populações a ter, quando não tem água ter acesso a álcool?”, perguntou Dilma, no vídeo gravado com dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, que estão até agora tentando entender o que disse a ex-presidente.

Se poucos compreenderam o raciocínio de Dilma na primeira live, ninguém faz a menor ideia do que aconteceu nesta quinta-feira, quando a ex-presidente surgiu ao vivo no Instagram pedindo a ajuda da filha, Paula Rousseff, enquanto tentava fazer uma chamada de vídeo com Nicolás Trotta, ministro da Educação da Argentina.

“Paulinha, estou te dizendo que não tá, Paulinha”, diz Dilma, já irritada, logo no começo da gravação. “Que que se acha? Cê tá desconfiando que eu não tô vendo? Que que é?”. A interlocutora tenta dizer algumas palavras até ser interrompida com um brusco “Será que não é você que tá me atrapalhando?”. Para alívio de Paulinha, no momento em que a mãe está prestes a explodir, Trotta aparece.

As dezenas de seguidores que trocam mensagens enquanto escutam o diálogo aguardam ansiosos por um aceno da ex-presidente. Como Dilma desligou sem perceber que estava sendo gravada, vale a pena reproduzir o clássico “Oi, internautas”, que marcou a trajetória da então candidata à Presidência em suas primeiras incursões pelo mundo virtual. De lá para cá, poucas coisas parecem ter mudado na cabeça de Dilma Rousseff.

TAGS

5 Comentários

  1. Burra e tapada como sempre. Que vergonha ter sido presidido por essa anta!

    Responder
  2. Que vergonha, mas a maioria dos políticos são assim, as facções políticas nos empurram essas coisas. Esperança zero 😞.

    Responder
  3. Jesus… manda pra mandar ela pra Sibéria? E esquecer lá… Quanta vergonha até hj…

    Responder
  4. Senhores, o que mais me espanta é essa insistência da imprensa brasileira dar destaque a figuras como essa Cadáver Insepulto e o “criador”dela, o tal Carniça.
    Vejam só, nos Estados Unidos, desde sempre, após o primeiro dia em que um presidente toma posse, no dia seguinte o ex desaparece de cena e rarissimamente se ouve falar nele. Ninguém mais fala em Carter, Clinton, Bush e Obama. O mesmo se dá com os candidatos que foram vencidos nas eleições. Quem é que fala em Al Gore, em Hillary, etc,etc????
    Mas aqui você ficam falando e dando destaque a essa imbecil e a todos os outros que já deveriam estar enterrados.

    Responder
  5. Viajou demais quando jovem…

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coronavírus

Assine a nossa news

Revista Oeste — Edição 10 — 29/05/2020

Oeste Notícias