A politização do vírus - Revista Oeste

Revista

A politização do vírus
As soluções que nos tirarão do escuro, das camas de hospitais, dos respiradores e dos necrotérios não podem ser “isso OU aquilo”, e, sim, “isso E aquilo”
27 mar 2020, 08:21

Em junho de 1941, durante a Segunda Guerra Mundial, Hitler surpreendeu o mundo ao invadir a Rússia e rasgar o pacto de não agressão (Molotov-Ribbentrop Pact) entre a União Soviética e Alemanha, empurrando o país comunista para ser um aliado da Grã-Bretanha. Winston Churchill, primeiro ministro britânico e um anticomunista de longa data, então disse: “Se Hitler invadisse o inferno, eu faria pelo menos uma referência favorável do diabo no Parlamento”, referindo-se ao fato da Grã-Bretanha se aliar à Rússia para lutar contra um mal maior, o nazismo.

Conteúdo exclusivo para assinantes

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

38 Comentários

  1. Excelente texto. Nesse momento, o “lado político” deve ser deixado completamente de lado para o bem maior. A população precisa saber que a classe política é capaz de deixar de lado suas divergências para buscar, de maneira conjunta, o que é melhor para o povo. Só assim será possível a criação de um plano racional e correto para proteger a economia do país e também a saúde das pessoas.

    Responder
    • Pelo jeito essa Nancy Pelosi é um Rodrigo Maia de saias.

      Responder
    • Muito bom !!!

      Responder
    • Clara como sempre no que defende 👏🏻👏🏻

      Responder
    • Muito bom te ver aqui.
      Pois não tinha mais estômago para aturar a cruzoe.
      Espero que a oeste se mantenha firme no propósito de ter um jornalismo verdadeiro.
      A parcela do povo que quer ser enganado não precisa assinar nenhuma revista, é só continuar na globolixo bandlixo e cnnlixo..

      Responder
    • Já sou assinante. Fiz meu cadastro e o pagamento na semana passada e não consigo entrar na revista

      Responder
  2. Bah, Ana. Que bom te ver por aqui. E que turma da pesada te acompanha! Fiquei feliz por todos vocês trabalhando juntos pelo Brasil. Vou tomar fôlego para dar conta de tudo! Sucesso! Grande e fraterno abraço.

    Responder
  3. Oi sua linda!
    Excelente texto!

    Responder
    • Parabéns Ana, mais uma vez inserida num time de primeira.

      Responder
      • Isso e Aquilo!! Grande lição de equilíbrio!!

        Responder
    • Mais claro impossivel. Como é bom ler uma análise sem emoção exacerbada. Parabéns pela clareza das ideias.

      Responder
  4. Maravilha, Ana! Realmente, temos de deixa nossa ideologia de lado e nós unir para um bem maior. E não ficar como criança de 5 série falando: “eu avisei e mimimi”.

    Responder
  5. Prezada Ana

    Adorei o texto, achei bastante esclarecedor para o momento que estamos vivendo.
    Sucesso!

    Responder
  6. Perfeito como sempre Ana, PARABÉNS!

    Responder
  7. Excelentíssimo texto.

    Responder
  8. 👏👏👏👏👏👏👏👏👏
    Sempre um aprendizado.

    Responder
  9. Agora sim, uma revista onde a opinião dos colunistas são isentas e imparciais, cada um responsável pelo seu texto, sem ter uma linha editorial, na qual ou você é da turma do politicamente correto ou está fora. Parabéns a todos os colunistas, os quais ja sou seguidor nas redes sociais. Estou sentindo falta do Alexandre Garcia.

    Responder
  10. Excelente sua abordagem, Ana. Lúcida e sutil! Parabéns!

    Responder
  11. A Imprensa tradicional brasileira de outrora a tempos perderam sua honestidade intelectual e vem tentando corromper a intelectualidade do povo brasileiro. Estão passando vexame e colhendo descrédito.

    Responder
    • Brilhante!

      Responder
  12. Faltou somente comentar o papel sujo da imprensa, de olho nas verbas governamentais, destilando mentiras e números duvidosos hiperdimensionados, com claro viés ideológico de esquerda. Talvez possa ser uma sugestão para um próximo artigo.

    Responder
    • Et et: a solução é sempre genuinamente católica, ortodoxamente católica.

      Responder
  13. Gostava de ti noutra plataforma e não entendi seu desaparecimento por lá. Gosto de tuas posições e também de teu histórico esportivo. Aqui em casa eu e a Sandra ficamos muito contentes que a nova revista tenha reunido um time de ponta no jornalismo.

    Responder
  14. Excelente texto, Ana. Você é ouro de mina!

    Responder
  15. Texto irretocável!
    Parabéns!

    Responder
  16. Parabéns! É de jornalistas como você que nosso país precisa.

    Responder
  17. Parabéns pelo texto muito bem redigido.
    Lúcido, focado e principalmente esclarecedor.

    Responder
  18. excelente como sempre! ainda mais terminando com Churchill! parabéns por nos enriquecermos com conhecimento!

    Responder
  19. Parabéns, Ana. Teu artigo me fez pensar muito. E por isso mesmo te agradeço. E um dos meus pensamentos foi de que se pudéssemos dotar o coronavírus de um desejo a ser realizado e de um objeto para essa realização (como o alvo de um Exocet) eu diria que o desejo último e único desse vírus seria o de infectar o Trump.

    Responder
  20. Boa sacada! he he he
    Daqui da serra gaúcha um “jornada nas estrelas”.

    Responder
  21. Brilhante como sempre!!!

    Responder
  22. As atitudes que os governadores estão tomando serão catastróficas e trarão muito mais mortes que o próprio vírus. Que o Senhor nos ajude!

    Responder
  23. Coerência intelectual e uma grande verdade constroem um texto tão bom.

    Responder
  24. Excelente análise, parabéns!

    Responder
  25. Você não imagina a alegria que me da ver uma revista com jornalismo DE VERDADE! Parabéns a todos!

    Responder
  26. Sou seu seguidor no Twitter e te admiro pela sensatez das suas postagens. Primeiro texto longo seu que leio. Parabéns! Sensato, claro e isento.

    Responder
  27. Parabéns! Brilhante como sempre. Ah! Que bom que vc deixou o O Antagonista que virou uma espécie de “Capricho” da imprensa política brasileira.

    Responder
  28. Parabéns Ana Paula! Brilhante…saiba que sou seu admirador desde o tempo do estadeco…acompanhava você naquela outra revista (que deixou de ser séria para ser um baba-ovo do covidoria), e agora cancelei lá e vim pra cá…entre outras razões para continuar a ter o privilégio de ler seus textos…
    Continue assim…!! Ler textos como o seu nos dá a esperança de dias melhores!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OESTE NOTÍCIAS