AGU defende extinção de processo contra ministro do Meio Ambiente

Em 9 jul 2020, 14:15

Advocacia-Geral da União defende extinção de processo contra ministro do Meio Ambiente

9 jul 2020, 14:15

Ricardo Salles é alvo de ação por improbidade administrativa movida por 12 procuradores do Ministério Público

o ministro do meio ambiente - ricardo salles - agu - procuradores do mpf

O ministro Ricardo Salles: processado por procuradores, mas apoiado pela AGU | Foto: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

A Advocacia-Geral da União (AGU) não vê sentido no prosseguimento de um processo de improbidade administrativa movido contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Na contramão dos 12 procuradores do Ministério Público Federal (MPF) que moveram juntos a ação, o órgão defende o fim do caso.

Leia mais: “AGU diz ao STF que não existe ‘omissão estatal’ na proteção a indígenas

Em parecer divulgado na manhã desta quinta-feira, 9, a AGU afirma que o processo só deve seguir adiante caso seja direcionado à 1ª Vara Federal de Brasília, que, de acordo com o órgão, já julgou casos similares. Para isso, deu como exemplo um despacho de Salles que foi questionado pela procuradoria em abril.

“Poderia gerar decisões conflitante”

“O trâmite apartado das demandas em análise – ambas versando, no todo ou em parte, acerca da legalidade do Despacho nº 4.410/2020 – poderia gerar decisões conflitantes, pois um juízo poderia entender pela perfeita legalidade da interpretação e ordem contidas no despacho e outro, na direção totalmente oposta, entender que tal ato seria ensejador de ato de improbidade administrativa”, pontua a AGU.

Acusação e defesa

Ao moverem ação pública por improbidade administrativa, 12 procuradores do MPF pedem com “urgência” o afastamento de Ricardo Salles do governo federal. Segundo eles, o ministro estaria tomando atitudes contra a preservação do meio-ambiente. Salles, por sua vez, negou qualquer acusação e definiu a situação como tentativa de interferência em políticas públicas.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 Comentários

  1. E o terceiro turno continua a todo vapor…

    Responder
  2. A esquerda não descansa. Para eles não existe nada bom fora da esquerda. Mais anti democrático impossível.

    Responder
    • As instituições já há muito corrompidas pelas ideias da nova esquerda, inclusive estabelecidas no próprio ordenamento jurídico, que exprimem as “lindas intenções” de proteção aos oprimidos através do vitimismo e do politicamente correto – todos os agentes e autoridades públicas fundamentam-se desse protecionismo exacerbado e contitucionalizado, e cada um interpreta como quer, outros, hipocritamente usam apenas como um meio de perseguição política diante do atual cenário.
      A sociedade encontra-se divividida por um mundo de ideias até legais a primeira vista, porém, seus componentes não percebem que no atual momento mais do que nunca precisamos de UNIÃO para vencer.
      Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: “todo reino dividido contra si mesmo será arruinado, e toda cidade ou casa dividida contra aí mesma não subsistirá.” Mateus 12:25
      Imaginem o avanço que poderíamos ter dado se as instituições que nos representam se unissem pra tratar de soluçoes e deixassem de lado os privilégios, a soberba, o orgulho, a improbidade, as associações partidárias e trabalhacem em sincronia, de um modo geral não sofreriamos tanto.

      Responder
      • Jose Dirceu disse que iam tomar o poder sem eleições….parece que estamos vendo isso se cumprir com a ajuda do STF

        Responder
  3. Inconformismo político. Puro e simples. E o CNJ? Nada?

    Responder
  4. Depois de Weintraub, Salles é o alvo.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias