A soma das áreas preservadas em propriedades rurais supera as existentes em terras indígenas

As áreas ligadas ao agronegócio são responsáveis pela preservação de quase 26% das matas nativas brasileiras
-Publicidade-
No Brasil, 66% de toda a cobertura vegetal original é preservada
No Brasil, 66% de toda a cobertura vegetal original é preservada | Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

Em média, os produtores rurais brasileiros preservam 50% de sua propriedade — a porcentagem determinada por lei varia de acordo com o Estado: em São Paulo, por exemplo, são 20%; na Amazônia, 80%. Isso faz com que a soma das áreas verdes em propriedades rurais supere as existentes em terras indígenas.

As áreas ligadas ao agronegócio são responsáveis pela preservação de quase 26% das matas nativas brasileiras. Ao mesmo tempo, cerca de 14% do território nacional é formado por reservas indígenas. No Brasil, 66% de toda a cobertura vegetal original está preservada.

Leia também: “O campeão da proteção florestal”, matéria na Edição 59 da Revista Oeste

-Publicidade-

Os números aparecem em levantamento de 2019 realizado pela Associação Brasileira do Agronegócio da Região de Ribeirão Preto (Abagrp). Os dados utilizados foram fornecidos por diversos órgãos do governo federal, como a Fundação Nacional do Índio, o Ministério do Meio Ambiente, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

O estudo revela que 9% do território nacional é utilizado para a produção de vegetais, 8% é composto de pastagens nativas, 13,2% tem pastos plantados e 3,5% está destinado às áreas urbanas.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários

  1. Como sou gente do bem, vovô de 4 netos, três filhos, e todos trabalhamos muito, e as notícias que leio aquí, da forma como são passadas, agradam imensamente, acabo me sentindo um lunático quando passo por canais abertos como CNN ou globolixo e band.
    Parece que vocês têm pés no chão. Até fico desconfiado se não somos de extrema direita, vocês também da Oeste uai!!!. Vocês não metem o cacete no Bolsonaro porque?
    Aquí não me sinto enganado. Será que o governo tá botando dinheiro aí? É porque na Folha e na tal grande imprensa, vejo comentários que o Dória e uma turma chinesa bota dinheiro grosso!!
    A rádio Itatiaia gosta muito aquí do Prefeito em BH, mas não trata dignamente o nosso querido Zema!!! Vou tentar descobrir o porque!!!

    1. José Ângelo, essa revista só faz comentarios de maneira para agradar os adoradores do genocida, o genocida peida e fala que um cheiroso e bem agradável. É uma puxacao de saco. Esse governo uma pária em vacinação e principalmente em devastações das nossas florestas. Parece revista de matéria paga. Todo político não presta, só presta o genocida e os filhotes rachadinha, fritador de Hambúrguer, o conselheiro dos robôs e o que cospe na mãe. Tudo maravilhoso. Parabéns grande imprensa independente.

      1. José Ângelo, em primeiro lugar procura saber o significado de genocidio antes de acusar alguém de fazê-lo, fica melhor ara não passar vergonha, quanto à vacinação, o Brasil é o quarto país no mundo que mais vacinou, em terceiro lugar, parece-me que você é um analfabeto funcional, pois se tivesse lido e entendido a matéria não escreveria a besteira de que nossas florestas são devastadas. Realmente a Oeste é revista de matéria paga, mas paga pelos seus assinantes e anunciantes, não com as que você provavelmente deve “gostar” de ler, que sofrem de abstinência de verba pública.

      2. Correção: a resposta é para o energúmeno do Washington Oliveira….

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro