Bolsonaro zera impostos sobre importação de milho até o fim do ano

Ação tem objetivo de reforçar o abastecimento de setores como a agroindústria
-Publicidade-
Presidente Jair Bolsonaro assinou MP na noite de ontem, quarta-feira 22 | Foto: Isac Nóbrega/PR
Presidente Jair Bolsonaro assinou MP na noite de ontem, quarta-feira 22 | Foto: Isac Nóbrega/PR

Para abastecer setores como a agroindústria, o presidente Jair Bolsonaro assinou uma Medida Provisória (MP) que isenta de tributos a importação de milho. O texto foi publicado nesta quinta-feira, 23, no Diário Oficial da União. A MP vai zerar a alíquota da PIS/Pasep e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) até 31 de dezembro deste ano.

Segundo nota da Secretaria Geral da Presidência da República, a justificativa “encontra-se na necessidade de aumentar a importação de milho devido à sua escassez no mercado interno”. Isso, em virtude de “problemas climáticos, atrasos na colheita de verão e na semeadura da segunda safra e, ainda, pelos baixos níveis de estoque.”

Leia mais: “Exportações de soja devem crescer 29% neste mês, projeta Anec”

-Publicidade-

De acordo com o governo, a renúncia dessa receita será compensada com o aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) informado na última semana.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.