Bradesco: aposta no ‘politicamente correto’ continua repercutindo mal

Banco publicou um vídeo em que defende a redução do consumo de carne e relaciona a pecuária à degradação ambiental
-Publicidade-
Agropecuária está entre as maiores do mundo
Agropecuária está entre as maiores do mundo | Foto: Aguinaldo Pedro/Flickr

Mesmo depois de ter apagado o vídeo que incentivava a redução do consumo de carne, o Bradesco continua sofrendo as consequências por ter apostado na lacração e no politicamente correto.

A publicação foi retirada dos canais oficiais do banco em 24 de dezembro. No mesmo dia, a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (Faet) e o Sindicato Rural de São Gabriel do Oeste (SRSGO), em Mato Grosso do Sul, emitiram notas de repúdio ao conteúdo.

“É inacreditável que uma instituição financeira reconhecida preste um desserviço social como este, desaconselhando o consumo desta excelente fonte de proteína, cujos benefícios já foram cientificamente comprovados”, afirmou a ABCZ. A instituição, que possui 24 mil associados, pediu “cautela, sensatez e rigor do Bradesco em suas comunicações e que direcione seus esforços, como nós produtores rurais fazemos, para a promoção da saúde mundial”.

-Publicidade-

“O comercial do Bradesco agride quem trabalha e produz no campo e também contraria o comportamento de seus gestores e funcionários, que costumam dispensar outro nível de atenção e consideração ao produtor rural”, destacou a Faet.

“Se o segmento da pecuária é tão prejudicial ao meio ambiente, por que o banco Bradesco, com as suas linhas de crédito, financia essa atividade?”, questionou o SRSGO. “É hipocrisia ou ganância?”

Nesta semana, o Sindicato Rural de Uberlândia (SRU) fez o mesmo, por meio de um comunicado publicado na terça-feira 27.

O SRU cobrou do Bradesco uma “campanha publicitária em nível nacional que incentive o consumo de carne bovina como excelente fonte de proteína, com benefícios já comprovados”.

Em São Paulo, a assessoria de imprensa do Sindicato Rural da Alta Noroeste, que abrange pecuaristas da região de Araçatuba, disse a Oeste que o assunto ainda repercute entre seus associados. “Vamos fazer campanhas de informação e conscientização à sociedade mostrando que a pecuária não é nenhuma vilã ambiental”, informou.

O deputado estadual Frederico D’Ávila (PSL-SP), ex-vice-presidente da Aprosoja, comentou em suas redes sociais que o fundador do Bradesco, Amador Aguiar, começou a vida como lavrador, cultivando a terra. “Imaginem Amador Aguiar vendo seus diretores aderindo à campanhas antiagro, promovendo a ideologia de gênero e a pauta ESG, sendo que esta última é na verdade uma ferramenta dos países ricos para atrasar o crescimento dos países em desenvolvimento”, comentou.

Por meio de um vídeo que circula nas redes sociais, o médico veterinário Leonardo Razera lembrou que a produção agropecuária brasileira é “extremamente sustentável”.

“Os produtores que aderiram à questão da sustentabilidade retêm muito mais carbono do que emitem”, comentou. “O agronegócio tem de ser motivo de orgulho para nós, brasileiros.” Razera lembra que o agro do Brasil alimenta 1,5 bilhão de habitantes pelo mundo. “O que seria do planeta sem o agronegócio brasileiro?”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

32 comentários Ver comentários

  1. Banco desonesto!
    O viés ideológico tomou conta desta instituição também.
    Já não bastava o stf e tse, tentando direcionar e dar o tom nas urnas, vimos agora novas investidas contra o Agro. Esses pseudo-patriotas fazem o jogo dos países concorrentes sem vergonha ou constrangimento.
    O Bradesco jamais será parceiro em qualquer das nossas operações.
    Não nos esqueçamos da heineken, que dias atrás fez o mesmo!!!

  2. ponto para os lacradores do Bradesco, eles kagaram na boca dos clientes do agronegócio e o que aconteceu??? NADA!!! Quase ninguém encerrou a conta!!! Todo mundo engoliu e resmungou, não fizeram mais nada. são todos frouxos!!! LACRAÇÃO 1 x 0 Agronegócio

  3. O Bradesco e o Itaú sabem o que estão fazendo. Ganharam muito dinheiro nos governos PSDB e PT. Lucraram muito nesse período devido ao poder de influência que tinham. Comparando com a velha mídia, guardadas as devidas proporções, estão assustados com as m

  4. Como Presidente do SINDICATO DOS PRODUTORES RURAIS DE ARIQUEME-ro, sugiro e recomendo aos Correntistas do BRADESCO – Agencia loca, q transfira suas contas e relacionamentos de negócios para a COOPERATIVA SICOOB, muito mais eficiente ágil do que o BRADESCO. Vamos dar o troco e mostrar que juntos somos mais forte tanto no campo com nos negócios. FORA BRADESCO!!

  5. Bradesco!
    Matemática pura: minorias econômicas são inferiores às maiorias econômicas.
    Brasil!
    Minorias são minorias e não devem ser exemplo ou governar o país via judiciário.

  6. Não tem surpresa nenhuma! Isso que dá fornecer cargos executivos para gentinha canalha… infelizmente no Brasil o que tem de canalhas em cargos de chefia não esta correlacionado em nenhum lugar no mundo…excluindo-se os países socialistas claro! Argentina, Venezuela, Nicaragua, Chile, Bolivia, Estado Unidos, México, Alemanha, França, Noruega… enfim!!! Mandem embora e renovem TODA a alta administração desse BRADESCO JÁ! Antes que suas ações virem PÓ…igual aos restos Mortais de seu maior lider…AMADOR AGUIAR!
    FORA BRADESCO!
    FORA FIAT! FORA GERDAU!
    FORA HEINEKEN!!

    DEMITAM PESSOAS WOKE JÁ!

  7. Excelente oportunidade de os heróis, produtores de carne, menos aquele beiçudo corrupto, do STF, encerrem suas contas nesse banco sem noção. Aliás, está virando moda a ideologia desses “bancos” que preferem se emporcalhar na ideologia política, como Itaú, nubank e as lojas Magali e americanas. Que operem só com a esquerda e a bandidagem.

  8. Outra minoria econômica querendo impor seus hábitos ideológicos à maioria: os mamíferos herbívoros quadrúpedes – contando somente o gado bovino – são esmagadoramente maioria frente aos mamíferos herbívoros bípedes. Aliás, superam mesmo em número o conjunto de mamíferos – onívoros e herbívoros ditos vegetarianos – bípedes e têm direitos adquiridos em serem devorados (e exportados como matéria prima – “commodities”) amplamente reconhecidos pelos Partidos Verdes do mundo. Quanto aos Partidos Vermelhos, dizem, são antropófagos. Caramba!

  9. Chuuuuupa Bradesco. E que sirva de lição a todas as demais empresas que estão dando corda aos lacradores que estão se instalando nos departamentos de marketing e RH das empresas. Parabens às entidades rurais que ergueram a voz. Que o povo brasileiro siga o exemplo e pare de aceitar calado essas pautas identitárias asquerosas. Chega! É momento de reagirmos! DA minha parte, a conta no bradesco já está com R$0. Na sequencia, estou cancelando. Vermes progressistas, sabem o que voces tem mais que os outros? Voces tem mais é que se foder.

  10. Eu não estou entendendo nada com o que está acontecendo nesse mundo véio de Deus. É banqueiro procurando confusão gratuita com um importante setor da economia, é presidente da república pisando de propósito em casca de banana ao dar aumento apenas para uma categoria do funcionalismo e provocando a ira do resto. Está uma maluquice geral.

    1. Acho mais do que justo o aumento que o presidente quer dar apenas aos policiais federais, rodoviários federais e penais, todos os outros presidentes eram corruptos e bandidos, vc já viu um bandido querer algo bom para policiais? Só por ai vc entende a personalidade do presidente!

  11. É a primeira vez que vejo um banco se metendo em assunto que não lhe diz respeito. Como se não bastasse STF, OAB se metendo em assustos que não são de suas competências, aparece um banco fulera como o bradesco, querendo ditar regras na agropecuária. Depender de mim você quebra.

    1. Não é só o Bradesco que empregou um bando de vagabundos mentais nesta área de comunicação. Estes idiotas aparelharam muitas empresas. Vídeo caso da Fiat no voleibol.

  12. O Bradesco sempre foi um péssimo banco
    Taxas altas , débitos indevidos , além de tomar um cano que estes safados me deram , negando a mim 5 anos de contribuição previdenciária do banco econômico/b.viscaia que eles compraram mas não assumiram o passivo
    O castigo chegou com seu presidente morrendo em acidente de avião , eu fiquei sem meu dinheiro e ele sem a vida.

  13. Uma instituição a serviço de interesses escusos, cobrando juros proibitivos as custas de quem eles apontam o dedo,,,
    Usam toneladas de papel, gastam milhões em energia (não renovável), combustível fóssil queimado em jatinhos ,,aí vem cagar regra para o cidadão do que ele deve ou não fazer ?

  14. Nunca vi banqueiros darem as costas pra dinheiro, como têm dado Bradesco e Itaú.
    Pois bem
    Abrimos contas no dicionário, no Origibal, no…
    ACABOU A MAMATA SEUS FDP!!!

  15. São Gabriel do Oeste fica no Mato Grosso do Sul e não no Mato Groso.
    Bradesco testou sua face do politicamente correto, caso colasse ganharia os pontinhos da turma da lactação.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.