Evaristo de Miranda, um dos maiores conhecedores do agro brasileiro, deixa a Embrapa Territorial

Ele encerra o mandato de chefe-geral da Instituição e, quem assume, é o  engenheiro agrônomo Gustavo Spadotti
-Publicidade-
O diretor-geral da Embrapa Territorial, Evaristo de Miranda
O diretor-geral da Embrapa Territorial, Evaristo de Miranda | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O agrônomo Evaristo de Miranda, colunista da Revista Oeste, terminará seu mandato à frente da Embrapa Territorial no fim de dezembro. Chefe-geral desde 2015, ele está na Embrapa há mais de 40 anos.

O anúncio foi feito nesta terça-feira, 21. “Agradeço a colaboração recebida ao longo de seis anos, principalmente dos atores do agronegócio brasileiro”, disse Evaristo.

Quem irá sucedê-lo será o engenheiro agrônomo Gustavo Spadotti. “Peço, da mesma forma e com a mesma generosidade, o apoio de todos à sua gestão, com incentivos, sugestões e críticas, como foi comigo”, afirmou Evaristo, ao cumprimentar os técnicos da Embrapa.

-Publicidade-

“Agradeço à diretoria da Embrapa e aos chefes gerais pela cooperação e, também, aos colegas das secretarias do Ministério da Agricultura, na pessoa da ministra Teresa Cristina, pela atenção e confiança”, ressaltou. “Um obrigado especial a meus adjuntos, supervisores e empregados da Embrapa Territorial”.

Trajetória de Evaristo

Doutor e mestre em ecologia pela Universidade de Montpellier (França), Evaristo de Miranda é um dos maiores conhecedores do agro brasileiro. Junto com outros pesquisadores, ele ajudou a transformar a Embrapa numa referência mundial em agricultura e pecuária.

Evaristo tem centenas de trabalhos publicados no Brasil e exterior e é autor de mais de 50 livros. Participou e coordenou cerca de 40 projetos de pesquisa e implantou e dirigiu três centros nacionais de pesquisa.

Membro de várias sociedades científicas, ele dirigiu os primeiros programas de estudos agroecológicos e socioeconômicos em propriedades rurais no Nordeste e Amazônia e seu monitoramento por satélites.

É diretor do Instituto Ciência e Fé. Consultor da ONU na Conferência Mundial sobre Meio Ambiente. E colunista da Revista Oeste.

Leia também: “Feliz Agronatal”, artigo de Evaristo de Miranda publicado na Edição 89 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Missão cumprida com louvor!! Dr. Evaristo Miranda soube equipar e desenvolver a unidade com o melhor para que pudesse dar respostas a questões estratégicas para o nosso Brasil. Dedicou-se pessoal e profissionalmente, por inteiro de forma missionária e intelectual. Elevou a Embrapa ao desenho de um país justo pelo conhecimento do território, da nossa agricultura e do produtor rural.
    Fico feliz em ver o Dr. Gustavo sucedê-lo. Saúde, felicidades e sucesso aos dois.

  2. Parabéns Dr. Evaristo, fizeste um trabalho monumental, desejo ao colega Gustavo sucesso em sua jornada, o Brasil precisa e merece os melhores!!!

  3. Se há um órgão no Brasil que merece nosso respeito e admiração, este é a EMBRAPA. Certamente Evaristo de Miranda muito contribuiu para esta performance. Parabéns a ele e sua equipe.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.