Genética e nutrição animal: mercado mundial crescerá mais de 6% até 2027

Expansão média no Brasil será de 10% ao ano
-Publicidade-
Botijões para armazenar sêmen de animais para inseminação artificial | Foto: Divulgação/Asbia
Botijões para armazenar sêmen de animais para inseminação artificial | Foto: Divulgação/Asbia

No mundo, os setores de genética e nutrição animal, que englobam suínos, aves e bovinos, devem crescer em média 6,6% ao ano, até 2027 e atingir US$ 41 bilhões. Só no Brasil, essa expansão média será de 10% ao ano. Os dados são do levantamento feito pela consultoria TCP Partners, que atribui à esta expectativa o aumento da demanda global por proteína animal.

Leia mais: “Cadeia de carne bovina cresce 20% em 2020”

O relatório mostra que no último ano a receita bruta — valor total das vendas — do mercado brasileiro de genética animal atingiu R$ 2,2 bilhões, crescimento de 10% em relação ao ano anterior. Segundo a consultoria, o setor tem grande potencial devido às práticas modernas de inseminação artificial e transferência de embriões, adoção de tecnologias genéticas avançadas, conscientização dos produtores sobre as doenças genéticas veterinárias e alta demanda por produtos de origem animal.

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro