Ministro da Agricultura viaja em busca de mais fertilizantes para o Brasil

Marcos Montes tem reuniões marcadas em Marrocos, Jordânia e Egito
-Publicidade-
Marcos Montes, ministro da Agricultura
Marcos Montes, ministro da Agricultura | Foto: José Cruz/Agência Brasil

Marcos Montes, ministro da Agricultura, está em viagem oficial por Jordânia, Egito e Marrocos, em busca de ampliar o fornecimento de fertilizantes para o Brasil. O embarque ocorreu na quinta-feira 5.

“Também vamos aproveitar a viagem para consolidar os nossos produtos agropecuários nesses três países, por isso, acredito que a viagem terá sucesso e voltaremos, se Deus quiser, com bons resultados”, disse o ministro, ao embarcar.

-Publicidade-

Na Jordânia, o principal tema será o fornecimento de fertilizantes à base de potássio. No Egito, o foco serão os nitrogenados e no Marrocos, os fosfatados. O retorno está previsto para 14 de maio.

Agenda do ministro da Agricultura

Em 7 de maio, Montes deve se encontrar com representantes de empresas produtoras de potássio, como a Arab Potash Company, que produz mais de 2 milhões de toneladas por ano, e a Jordan Phosphate Mining Company, com capacidade anual superior a 7 milhões de toneladas. Também estão previstas reuniões com os ministros jordanianos da Agricultura, Khaled Musa Henefat, e da Indústria, Youssef Al-Shamal.

No dia 9 de maio, a delegação do Ministério da Agricultura (Mapa) chega ao Cairo, capital do Egito, onde Montes deve se reunir com o vice-ministro da Agricultura, Moustafa El Sayeed, e com o ministro do Abastecimento, Aly Al Moselhy. Os membros da comitiva brasileira também vão participar do Fórum Brasil — Egito: Oportunidades no Comércio Bilateral, promovido pela Câmara de Comércio Árabe-Brasil.

No Marrocos, a chegada está prevista para 12 de maio. No país, a delegação do Mapa deve se reunir com o ministro da Agricultura, Mohammed Sadiki. Além disso, no itinerário há uma visita à usina de Jorf Lasfar, da Companhia Office Chérifien des Phosphates, estatal que atualmente é a maior fornecedora de fósforo à agricultura brasileira.

A importação de fertilizantes marroquinos para o Brasil somou quase US$ 2 bilhões em 2021. O país africano é o segundo maior produtor mundial de fertilizantes à base de fosfato, responsável por mais de 15% da produção global.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.