Revista Oeste - Eleições 2022

Produção agrícola deve atingir quase 270 milhões de toneladas

Segundo a Conab, o volume divulgado agora representa uma diminuição de quase 7% em relação à projeção anterior
-Publicidade-
O levantamento estima que a área total plantada no país é de pouco mais de 70 milhões de hectares
O levantamento estima que a área total plantada no país é de pouco mais de 70 milhões de hectares | Foto: Reprodução/ divulgação

A produção agrícola no Brasil pode chegar a quase 270 milhões de toneladas na safra 2021/2022. O número é mais de 5% maior do que o registrado na safra anterior, sendo um acréscimo de quase 14 milhões de toneladas, caso seja confirmada a estimativa divulgada nesta quinta-feira, 7, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Ainda sim, a previsão é menor do que a divulgada no primeiro levantamento da Conab, que projetava uma safra de quase 290 milhões de toneladas. Sendo assim, o volume divulgado agora representa uma diminuição de quase 7% , em relação a projeção anterior.

De acordo com a Conab, essa diminuição se deve às “condições climáticas adversas” nos Estados do Sul e Centro-Oeste, que registraram perdas maiores na soja e milho.

-Publicidade-

O levantamento estima que a área total plantada no país é de pouco mais de 70 milhões de hectares, o que representa um crescimento de quase 4,5% se comparado à safra de 2020/2021.

Soja

A previsão para a produção é de pouco mais de 120 milhões de toneladas, uma redução de quase 12% em relação à safra anterior. Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul foram os mais atingidos pelo déficit hídrico.

A Conab informou que a maioria dos outros Estados conseguiu uma produtividade superior às obtidas na última safra. “Destacamos o Piauí, com rendimento positivo de quase 13%”, informou.

De acordo com a Conab, a diminuição na produção foi suavizada em pouco mais de 4% da área semeada, alcançando pouco mais de 40 milhões de hectares nesta safra.

Milho

A estimativa de produção é de pouco mais de 15 milhões de toneladas, número pouco mais de 30%  maior do que o registrado no ciclo anterior. A colheita da primeira safra do cereal está adiantada, iniciando o plantio na segunda semana de abril.

A Conab acrescentou que, apesar do aumento no volume total, é importante registrar a forte diminuição de pouco mais de 20% na produtividade da região Sul durante a primeira safra. Segundo a companhia, isso causou uma redução de até 15% da produção naquela região.

Algodão, arroz e feijão

As condições climáticas têm favorecido o desenvolvimento do algodão. “Estimamos uma produção de quase 3 milhões de toneladas de algodão, quase 20% a mais do que a safra passada”, informou o Conab.

Para o feijão, a previsão é de uma safra de pouco mais de 3 milhões de toneladas, quase 8% a mais do que a safra anterior. A produção estimada de arroz está acima de 10 milhões de toneladas, pouco mais de 10% a mais do que a safra anterior.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.