Ucrânia suspende exportações de trigo, milho e cevada

Medida foi tomada para evitar crise humanitária, afirma governo
-Publicidade-
Ucrânia respondeu por cerca de 10% das exportações de trigo em 2021
Ucrânia respondeu por cerca de 10% das exportações de trigo em 2021 | Foto: Divulgação/Pixabay

A Ucrânia suspendeu as exportações de trigo, milho e cevada até o fim de 2022. O governo do país anunciou a medida na quarta-feira 9. O ato ocorre em razão da invasão russa.

Dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos revelam que os ucranianos foram responsáveis por cerca de 10% das exportações globais de cada um desses itens em 2021. No ano passado, a Ucrânia enviou ao mercado internacional aproximadamente 24 milhões de toneladas de milho, 17 milhões de toneladas de trigo e 5 milhões de toneladas de cevada.

A Ucrânia suspendeu as exportações, para evitar uma “crise humanitária” no país, estabilizar o mercado e “atender às necessidades da população em produtos alimentícios críticos”, disse Roman Leshchenko, ministro de Política Agrária e Alimentar do país.

-Publicidade-

Antes da invasão russa, em 24 de fevereiro, os ucranianos estimavam exportar 60 milhões de toneladas de grãos nesta safra, incluindo 33 milhões de toneladas de milho e 23 milhões de toneladas de trigo. Até 23 de fevereiro, o Ministério da Agricultura do país informou que a Ucrânia já havia exportado 43 milhões de toneladas em 2022.

Leia também: “A Ucrânia resiste”, reportagem de Edílson Salgueiro publicada na Edição 102 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.