Alcolumbre e Barroso comemoram adiamento das eleições

Em 2 jul 2020, 13:15

Alcolumbre e Barroso comemoram adiamento das eleições

2 jul 2020, 13:15

Ao lado do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), promulgou a proposta que adiou em mais de 40 dias as eleições municipais

Alcolumbre Barroso Eleições

PEC foi promulgada nesta quinta, 2, pelo Congresso | Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), promulgou nesta quinta-feira, 2, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata do adiamento das eleições. De acordo com a proposta, o primeiro turno será em 15 de novembro e o segundo no dia 29 de novembro.

Ao lado do ministro Luís Roberto Barrosso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Davi Alcolumbre comemorou a aprovação da PEC. Para ambos, o diálogo entre as instituições foi primordial para o processo.

Leia mais: “Do Centrão, só o PL votou contra o adiamento das eleições”

“Democracia… é a capacidade de, mesmo na divergência, construir harmoniosamente as soluções que atendam ao interesse público”, completou Barroso.

Alcolumbre afirmou que o adiamento em 42 dias das eleições será fundamental para o TSE, governo e iniciativa privada se preparem para os procedimentos do pleito. Exaltou ainda que, com a decisão, 140 milhões de brasileiros aptos a votar estarão mais protegidos do novo coronavírus.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 Comentários

  1. Grande porcaria!! Vamos liquidar TODOS OS CANDIDATOS DOS SENADORES pró-censura das redes sociais, esquerdistas e PROGRESSISTAS simpatizantes do Barroso.

    Responder
  2. A MAIOR AÇÃO DO MUNDO, movida pelo Movimento Advogados do Brasil contra o Cabeça de Ovo e seu inquérito do “fim do mundo”, já ultrapassou as 75 mil assinaturas de populares.

    Responder
  3. Com mais 40 dias, os eleitores estarão mais protegidos do novo Coronga? Em que esses imbecis se baseiam para dizer semelhante asneira? Se estão apostando na memória dos eleitores com relação ao tratamento dado a eles durante essa temporada de barbaridades, estão enganados. Entretanto, será mais uma boa oportunidade de avaliar se esses eleitores merecem ou não aquele tratamento que receberam se, ao fim do pleito, a situação eleitoral não se alterar sensivelmente. Vamos aguardar.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias