Multa: Alexandre de Moraes aumenta punião contra Facebook e Twitter

Em 31 jul 2020, 20:29

Moraes amplia multa contra Facebook e Twitter

31 jul 2020, 20:29

Tema se refere a bloqueio de contas de investigados no inquérito das fake news

alexandre de moraes - stf - twitter e facebook - multa

Alexandre de Moraes: decisão contra plataformas de redes sociais | Foto: DIVULGAÇÃO/STF

Após Facebook e Twitter reagirem de forma contrária à determinação de Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro adotou nova medida. Com as plataformas de rede sociais  negando-se a bloquear perfis de investigados no inquérito das fake news no mundo inteiro, Moraes aumentou o valor da multa diária em caso de descumprimento judicial.

Leia mais“No Twitter, STF vira símbolo de ‘vergonha mundial”

Antes previstas em R$ 20 mil a cada dia que as contas em questão permanecessem ativas na web, a multa agora será de R$ 100 mil. De acordo com o site G1, a decisão do ministro alega que a determinação está sendo ignorada pelas plataformas há pelo menos oito dias. Dessa forma, Facebook e Twitter já têm de arcar, cada um, com aproximadamente R$ 1,92 milhão — visto que a punição se refere a cada perfil que segue no ar.

O novo parecer de Moraes ocorre depois de Facebook e Twitter mudarem de postura. Primeiramente, as duas empresas concordaram em suspender os perfis marcados pelo STF. O bloqueio, contudo, se fez apenas no Brasil. Assim, internautas chegaram a mostrar como ter acesso a tais conteúdos, pois bastaria indicar estar conectado em outro país.

Com a ordem de realizar o bloqueio em todo o planeta, as companhias se posicionaram de outro modo. O Twitter, por exemplo, divulgou nota ontem. Sinalizou que recorrerá da nova decisão vinda do STF — apesar de tê-la atendido por ora.

Nesta sexta-feira, 31, o Facebook avisou: não vai cumprir a suspensão dos perfis para além do Brasil. A empresa alega que a ordem extrapola a jurisdição brasileira. Com isso, as contas seguem ativas para quem tentar acesso por meio de conexão à internet atrelada a outros países.

Ameaça anterior

Na última semana, Alexandre de Moraes já havia ordenado “urgência” para o bloqueio dos tais perfis nas redes sociais, o que atingiria 17 pessoas investigadas no inquérito das fake news. Na ocasião, a multa prevista tanto para o Facebook quanto para o Twitter era de R$ 20 mil por dia de descumprimento. Além disso, a suspensão estava restrita ao ambiente virtual brasileiro.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

15 Comentários

  1. O capa preta do PSDB quer calar os que não fazem parte da patota PSDB\PT a todo custo.

    Responder
  2. Moraes vai passar vergonha ao ser ignorado pelas redes que tiveram seus usuários censurados. Cairá no ridículo.

    Responder
  3. Não pode ver uma vergonha que já quer passar…#STFVergonhaMundial

    Responder
    • Quanto tempo perdido. Ridículo. Parece que o Brasil está pronto e não tem nada mais importante para cuidar.

      Responder
  4. O Moraes se afunda cada dia mais. Impressionante.

    Responder
  5. Se eu fosse CEO do Facebook ou do Twitter,vazava do Brasil!

    Responder
  6. Moraes é um retrato com cores mais vivas do que é o STF!

    Responder
  7. Esse AM não cansa, tá ficando chato.
    Coisa de criança birrenta. Da um pirulito pra ele aí ooh.

    Responder
  8. Não tem ninguém que leve esse ministro a um psiquiatra? Ajude-o, é digno de pena!

    Responder
  9. Jurisdição e seus limites são corolários da soberania, em uma das primeiras de processo civil se aprende isso. Ou o tal supremo esqueceu a lição ou se acha o dono do mundo

    Responder
  10. Prevejo a DESMORALIZAÇÃO INTERNACIONAL do supremo.
    A Lava Jato expôs o antro de corrupção no Brasil, uma vergonha mundial!
    Hoje, a suprema corte HUMILHA, CONSTRANGE E ENVERGONHA o Brasil no exterior.

    Responder
  11. A questão é que enquanto não coibirem o AM, ele vai continuar se achando> Como disse Augusto Nunes em seu comentário na JP, ele, “AM se acha mesmo que pode e não se vê nem um pouco ridículo.” Aquilo que todos, com um pouco de senso, já percebe o AM não vê. É como a pessoa que sofre das faculdades mentais. Para este, todos estão loucos e só ele está certo. É o caso do AM.

    Responder
  12. Alexandre de Moraes está mais perdido que cachorro em dia de mudança. Este é o “home” de notório saber jurídico. Já imaginou se não o fosse?

    Responder
  13. Tá feio, muito feio. Mas o caminho é esse mesmo. As determinações deste ministro ficarão cada vez mais absurdas e cada vez mais pessoas, empresas, instituições irão ignorá-lo e a desobediência jurídica se tornará comum. É como semáforo em cidade pequena: basta um deles estar num local ermo para ensinar toda a população a desrespeitar todos os semáforos. Não é o STF que está passando vergonha, é todo o judiciário nacional. Daqui a um tempo obedecer ordem judicial será questão de boa vontade.

    Responder
  14. Todos estão errados: o ministro e as empresas.
    O ministro, que demonstra não conhecer a realidade do mundo virtual, não percebe que não adianta bloquear um perfil, pois surgem diversos outros, da mesma fonte (ou propagando o original).
    As empresas, que ao aceitarem essa ordem ridícula, se colocam numa posição frágil: qualquer tiranete de aldeia poderá reivindicar jurisprudência.
    É a luta do sem noção contra os despreparados.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa news

Coronavírus

Oeste Notícias