Aliados surfam em onda bolsonarista em viagens com o presidente - Revista Oeste

Em 11 ago 2020, 12:30

Aliados surfam em onda bolsonarista em viagens com o presidente

11 ago 2020, 12:30

De olho na onda bolsonarista, parlamentares aliados convidam o presidente para ir até suas bases eleitorais de olho na popularidade

Bolsonaro viagens

Bolsonaro viajou para municípios do Nordeste, Sudeste e Sul nas últimas duas semanas
Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro está mais popular do que nunca no período de pandemia. E os aliados no Congresso são um termômetro disso. É cada vez maior o número de parlamentares que ligam para Bolsonaro ou vão ao Palácio do Planalto para estimulá-lo a fazer viagens a suas bases eleitorais.

Antes, congressistas dirigiam-se ao Planalto para “pedir isso e aquilo”, diz um interlocutor. “Eram demandas diversas, desde emendas parlamentares e cargos até agenda com ministros”, explica. Agora, os parlamentares vão à Presidência tentar convencer Bolsonaro a ir a suas bases. “Antes, eles não faziam questão de divulgar que estavam indo. Agora, fazem questão de divulgar e levar o presidente com eles”, destaca outra fonte palaciana.

“Quando deputados e senadores atravessam do Congresso para o Planalto é porque sabem que os ‘ventos’ são favoráveis ao presidente e querem aproveitar essa onda”, analisa um interlocutor. Boa parte dessas viagens segue concentrada no Nordeste. Aliados tentam persuadir Bolsonaro a ir a Irecê (BA), onde o governo conclui obras e ações do Projeto Baixio de Irecê (PBI).

Convite

Considerada o maior projeto de irrigação do Brasil, a ação vai beneficiar uma área total de 48 mil hectares. Mantida pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), a superfície irrigada abrange, além de Irecê, os municípios de Itaguaçu e Xique-Xique,  localizados no semiárido baiano.

O deputado federal Laércio Oliveira (PP-SE) é um dos que convidaram Bolsonaro para acompanhá-lo à sua base. O presidente aceitou seu convite para visitar Aracaju na próxima segunda-feira, 17. Oliveira, que é relator do Projeto de Lei nº 6407/13, a nova Lei do Gás, vai levar Bolsonaro para conhecer as ações de fomento à cadeia produtiva do gás desenvolvidas em Sergipe.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 Comentários

  1. É bom ver q os políticos finalmente descartam o q diz a mídia, e passam a ouvir o q diz o povo. Como se fosse um big brother da vida real, os loucos confinados no programa teimam em armar contra um oponente teóricamente mais fraco e sem apoio dos participantes, e o empurram ao paredão várias vezes para ser julgado pelo povo e retirado do programa, porém ele é poupado e retorna cada vez mais forte, enquanto os q armam contra ele, quando vão para o paredão são retirados do programa. A coincidência de Brasília com o Big Brother é q o povo está assistindo tudo e sabe das armações, e os participantes teimam em não lembrar q estão sendo observados pela população.

    Responder
  2. Eu mesmo não voto em ninguém dessa conspiração contra o presidente e nem voto em candidato de oposição a Bolsonaro. Ponto.

    Responder
  3. Presidente está bem demais.
    Um líder nato, muito popular.

    Responder
  4. Adoro o governo Bolsonaro.
    Homem certo no lugar e hora certa

    Responder
  5. Espero que ele esteja melhor assessorado e consiga separar os apoiadores dos oportunistas.

    Responder
  6. Para a mídia militante, as cascas de banana. O povo percebe a armação. Globo e Folha estão fazendo um papelão, distorcendo fatos. Isso tem um custo.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Coronavírus

Revista Oeste — Edição 27 — 25/09/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês