André Brandão é nomeado presidente do Banco do Brasil - Revista Oeste

Edição da semana

Em 22 set 2020, 15:21

Banco do Brasil tem novo presidente

22 set 2020, 15:21

Nomeação de André Brandão é publicada no ‘Diário Oficial’ da União

andré brandão - banco do brasil

Ex-HSBC, André Brandão assume o cargo de presidente do Banco do Brasil. Nomeação foi publicada no Diário Oficial da União | Foto: Agência Brasil

O executivo André Brandão é o mais novo presidente do Banco do Brasil (BB). Ele assume o comando da instituição financeira mantida pelo governo federal, conforme nomeação publicada na edição desta terça-feira, 22, do Diário Oficial da União (DOU).

Leia mais: “Ata do Copom prevê inflação de 2,1% para este ano”

O decreto com a nomeação de Brandão foi assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. O documento também confirma a exoneração de Rubem de Freitas Novaes, que deixou a presidência do BB no início de agosto. Na ocasião, Novaes disse que a empresa precisava de “renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.

A nomeação de André Brandão confirma possibilidade levantada por Bolsonaro em agosto. Conforme noticiado por Oeste, o presidente sugeriu que ele seria o próximo presidente do BB. Executivo com carreira na iniciativa privada, e ex-presidente de outro banco com operação no Brasil, o HSBC, Brandão é indicação de Guedes.

MAIS: “Mercado reduz para 5,05% a projeção de queda do PIB” 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 Comentários

  1. Podia começar cortando o patrocínio da jogadora de vôlei que gritou “fora bolsonaro” numa transmissão ao vivo, uma cerimônia de entrega de medalhas. Ela pode falar o que quiser, mas não quando está com uniforme patrocinado pelo BB (cujo patrão é o Bolsonaro)

    Responder
  2. Melhor o BB gastar a verba publicitária onde o retorno é mais produtivo. Patrocinar vôlei não parece ser rentável.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Ciência, que é bom, nada

Ciência, que é bom, nada

"Desde o começo da epidemia a discussão vem sendo assim: política em primeiro lugar", afirma J.R. Guzzo...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês