'Antifa': Cármen Lúcia dá 48h para ministério explicar dossiê

Em 4 ago 2020, 16:23

‘Antifa’: Cármen Lúcia dá 48h para ministério explicar dossiê

4 ago 2020, 16:23

Em seu despacho, a ministra do STF Cármen Lúcia afirmou que, ser verdadeira, a produção do documento é incompatível com a democracia

Cármen Lúcia

Ministra mandou o caso para o plenário | Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu 48 horas para o Ministério da Justiça se manifestar sobre a produção de um dossiê contra servidores identificados como antifascistas. Além disso, a magistrada afirmou que a produção do documento é incompatível com a democracia.

Cármen Lúcia decidiu enviar o caso ao plenário, mas antes cobrou explicações da pasta comandada por André Mendonça. O questionamento foi protocolado pelo partido Rede Sustentabilidade.

De acordo com a ministra, a informação, se for verdadeira, “escancara comportamento incompatível com os mais basilares princípios democráticos do Estado de Direito. Além disso, coloca em risco a rigorosa e intransponível observância dos preceitos fundamentais da Constituição”.

Em entrevista ao canal GloboNews no último domingo, 2, o ministro da Justiça, André Mendonça, disse que que abriria apuração interna sobre o caso. Na segunda, 3, o chefe da pasta trocou o diretor da área supostamente envolvida na produção do documento.

 

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

11 Comentários

  1. Carminha falando de democracia, com um plenário de togados arrogantes que estabeleceram a ditadura no Brasil.
    COLOCA MORAL NESTA PORCARIA DE STF, MENDONÇA!! Faça valer seu cargo!

    Responder
    • Carminha acha os terroristas do MST incompatíveis com a democracia ou acha que são democráticos?

      Responder
      • O STF e de fato o maior partido de esquerda do Brasil. Julgar políticos ladroes eles não julgam, deixam prescrever ou mandam parar as investigações ou libertam os condenados, mas basta qualquer esquerdista pedir qualquer coisa contra o governo e imediatamente atendido. Na minha opinião deveriam estar todos presos.

        Responder
      • O STF e de fato o maior partido de esquerda do Brasil. Julgar políticos ladroes eles não julgam, deixam prescrever ou mandam parar as investigações ou libertam os condenados, mas basta qualquer esquerdista pedir qualquer coisa contra o governo.

        Responder
  2. A Carminha já esqueceu o seu “cala boca já morreu…” . O STF esta mandando muita gente calar a boca. Ministra, investigar grupos violentos é uma obrigação e não uma infração legal.

    Responder
  3. Ela achou o inquérito do fim do mundo de democrata?

    Responder
  4. Nenhuma novidade!

    Responder
  5. Esta criatura falando em princípios básicos e democracia chega ser hilário. Estamos vendo pessoas sendo presas , casas invadidas só porque as elas estão dizendo o que pensam, em alguns lugares ir à rua pode te levar a ser preso ou multado

    Responder
    • O STF e de fato o maior partido de esquerda do Brasil. Julgar políticos ladroes eles não julgam, deixam prescrever ou mandam parar as investigações ou libertam os condenados, mas basta qualquer esquerdista pedir qualquer coisa contra o governo.

      Responder
  6. Completando: que eles atendem.

    Responder
  7. Essa gente do STF não se cansa de se desdizer e de passar vergonha. Essa é, sem dúvida, a pior formação que essa corte já sofreu. É a tal vergonha mundial que as redes ecoam.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Coronavírus

Revista Oeste — Edição 27 — 25/09/2020

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês