Primeiro turno pode ter Bolsonaro em São Paulo, Santos e Manaus

Edição da semana

Em 24 set 2020, 21:57

Bolsonaro revela: tem candidatos a prefeito em São Paulo, Manaus e Santos

24 set 2020, 21:57

Presidente avisa que pode apoiar aliados ainda no primeiro turno

bolsonaro - primeiro turno - são paulo santos e manaus

Bolsonaro já pensa em atuar no primeiro turno das eleições 2020 | Foto: Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro pode mudar de conduta em relação ao processo eleitoral deste ano. Há menos de um mês, ele avisou publicamente que não participaria do primeiro turno das eleições. Agora, o mandatário do país informa que pode, “se necessário”, ajudar seus aliados. Inclusive, destacou que tem candidatos a prefeito em São Paulo (SP), Manaus (AM) e Santos (SP).

Leia mais: “5 curiosidades sobre o 2º turno neste ano”

A informação sobre a definição de aliados nas três cidades foi feita durante transmissão ao vivo realizada nas redes sociais na noite desta quinta-feira, 24. Durante a live, que contou com a presença do ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente), Bolsonaro brincou com a situação. Ciente de que o domicílio eleitoral de Salles é a capital paulista, ele perguntou aos risos: “Vai votar no meu candidato em São Paulo?”.

Salles afirmou, então, não saber quem é o candidato do presidente. Mesmo questionado, Bolsonaro não revelou o nome de quem, ainda não publicamente, já conta com seu apoio.

Os escolhidos

Nos bastidores do poder, o nome dos candidatos de Bolsonaro já é conhecido. Em São Paulo, o presidente definiu apoio a Celso Russomanno (Republicanos). Desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ivan Sartori (PSD) aparece com a preferência do presidente em Santos. Na capital do Amazonas, o candidato será o Capitão Alberto Neto (Republicanos).

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 Comentários

  1. Que se manifeste tbm aqui em MG. Após vilipendiada por FHC e a própria “prata” da Casa, nois troperim temos a convicção, herança de nossos antepassados do kilate de JK, JMAlkmin, Aureliano Chaves e quantos notáveis, que as virtuosidades sempre requerem MG no processo de retomada. Assim é que já demos a volta por cima, extirpando Pimentel, dando um backup no #nãofoigolpe na esquerda comunista representada pela ANTA, e de sobra apresentamos o valoroso, competente e correto GOVERNADOR ZEMA, demonstrando a capacidade dos mineiros de dar a volta por cima. Um candidato à PBH com apoio do Gov e do presida, nos dará a certeza de que em 22 Belo Horizonte é Bolsonaro, em agradecimento ao desaparelhamento nefasto de + de 20 anos dos petralhas na capital dos mineiros.

    Responder
    • 🤜🤛

      Responder
  2. Por enquanto vou votar no Cacareco !

    Responder
    • Não sei o que está pior: Rio ou Sampa! Aff

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O crime acima de todos

Não é que as instituições estejam funcionando mal, ou passando por alguma anomalia — ao contrário, elas são organizadas de maneira a tornar inevitáveis resultados como o que beneficiou André do Rap

O “cancelamento” contra a arte

Caso a sociedade se submeta a essa versão gourmetizada do stalinismo, nossos filhos e netos não terão o que ler, ouvir ou assistir

A segunda onda de hipocrisia

Em que pesem as comprovações de ineficácia dos lockdowns, enganadores como Emmanuel Macron fingem ter um mapa de bloqueio de contágio

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

O capitalismo pode salvar o mundo?

O sistema não é uma ideologia de laboratório, como o comunismo. É uma força viva, dinâmica, que há milênios se aperfeiçoa na satisfação das necessidades humanas

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês