'Boulos é a recuperação judicial do PT' - Revista Oeste

Edição da semana

Em Em 25 nov 2020, 20:31

‘Boulos é a recuperação judicial do PT’

25 nov 2020, 20:31

É o que diz o jornalista Guilherme Fiuza

Lula e Boulos - recuperação judicial do pt - guilherme fiuza

Lula e Boulos; antigo PT e a versão “recuperação judicial” do partido, segundo comenta Guilherme Fiuza | Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O jornalista e escritor Guilherme Fiuza definiu em poucas palavras o candidato do Psol à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos. Segundo ele, a presença do socialista no segundo turno tem relação direta com o descrédito do Partido dos Trabalhadores junto ao eleitorado.

“É a recuperação judicial do PT”

“O que é Boulos? O que o Psol? É a recuperação judicial do PT”, afirmou Fiuza ao participar na edição desta quarta-feira, 25, de Os Pingos nos Is, programa transmitido pela Jovem Pan. “Bota aquele ‘ativo podre’ para fora e aparece o novo PT, limpinho, da falsa revolução dessa esquerda festiva. Lamentável”, prosseguiu o jornalista e escritor.

Leia mais: “Nova ‘força’ da política, Psol só conquista 4 prefeituras”

O comparativo de empresas falidas com o PT & Boulos foi feito a respeito da informação divulgada mais cedo por Oeste. Filha de um dos fundadores da empreiteira Andrade Gutierrez, Marília Furtado de Andrade surge como uma das maiores doadoras da campanha do socialista que disputa o cargo de prefeito paulistano contra Bruno Covas (PSDB).

Colunista da Revista Oeste

Além de participar da programação da rádio Jovem Pan, Guilherme Fiuza é colunista da Revista Oeste. No artigo publicado na edição desta semana, ele analisa a eleição paulistana, que contará com as presenças de “Bruno Boulos” e “Guilherme Covas”. Como assim? Entenda essa história no artigo “Segundo turno nupcial”.

Segundo turno nupcial

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 Comentários

  1. A análise, definição, do Guilherme Fiuza foi perfeita, eu sempre tenho dito que o PSOL é o PT da década de 80.

  2. Esse animal vai perder a eleição e na semana que vem volta ao limbo que sempre viveu.

  3. É como uma cobra que troca sua pele velha e daí surge uma nova, pronta para fazer o que sempre fez. Esse PSOL como muitos dizem ser um partido que não se meteu em corrupção, ele pode até ser isso mesmo mas eu pelo menos tenho minha dúvidas, mas pelo simples motivo de nunca ter um de seus quadros comandando um executivo mesmo que fosse de uma pequena prefeitura do interior do país. Em outras palavras, nunca provou da fruta.

  4. Tu és demmmáááiis, Fiuza !!!

  5. Não consigo parar de rir…

  6. PSOL não deveria conquistar nenhuma cadeira! Partidos lixo devem ser extintos.

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assine a nossa newsletter

Colunistas

O partido contra o Brasil

Ninguém ainda descobriu no planeta um jeito tão eficaz de concentrar renda quanto a fórmula usada para administrar as contas públicas no país

A paciência acabou

Os brasileiros começam a reagir à cassação dos direitos individuais

Os novos senhores do mundo

Os gigantes da tecnologia censuram Trump, fazem o que bem entendem e exercem um poder global desmedido. Isso é justo?

Eficácia

“Você demorou muito a comprar. Eficácia depende de rapidez” / “Poxa… Se eu soubesse teria comprado mais rápido. Ando muito dispersivo”

O culto à ignorância

Valorizar a educação formal e a cultura clássica virou preconceito elitista, um mau sinal para o futuro

Como surgiu o novo coronavírus?

A resposta mais provável, até o momento: o vírus teve origem em pesquisas com manipulação genética no Instituto de Virologia de Wuhan

Globalistas assanhados com Biden

Eles não costumam viver de fatos, apenas de narrativas. Adotam a visão estética de mundo, e por isso a ONU é seu maior símbolo

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma nova doença: o vício em desculpas

Poucas figuras públicas têm a força de caráter para se recusar a pedir desculpas aos identitaristas, que gostam de desempenhar o papel de vítimas permanentes

Você não pode perder

Macron e a soja

Macron e a soja

Sua última ideia a respeito do assunto é acabar com a “dependência” que a França teria da soja brasileira – in...

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês