"Brasil se transformou em coletivo de absurdo", diz Janaina Paschoal - Revista Oeste

Edição da semana

Em 14 abr 2020, 16:00

“Brasil se transformou em coletivo de absurdo”, diz Janaina Paschoal

14 abr 2020, 16:00

Declaração foi dada em reação a reportagem de Oeste que revelou salários recebidos por condenados por corrupção, como o ex-presidente Lula

Foto: Alesp

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) reagiu nesta terça-feira, 14, ao salário de R$ 20 mil que o ex-presidente Lula recebe do PT por meio do fundo partidário e que foi revelado por Oeste.

Segundo a parlamentar, “o Brasil, infelizmente, se transformou em coletivo de absurdo”.

Ela classificou como “absurdo” que ex-presidentes sejam bancados por dinheiro público, mesmo aqueles que não se envolveram em crimes comuns e de responsabilidade.

No caso do ex-presidente Lula, a deputada disse que, além de ser bancado como ex-presidente, o petista “recebe dinheiro público por meio dessa excrescência, que é o fundo partidário”.

“Isso sem contar todos os crimes que Lula cometeu e acobertou”, diz a Janaina Paschoal a Oeste.

A deputada estadual defende que os fundos eleitoral e partidário são “absurdos em si”, e que a política deveria ser uma atividade de cidadania, não um meio de vida.

Janaina Paschoal disse que, se o presidente Jair Bolsonaro quisesse mesmo fazer a diferença, enviaria alguns projetos para o Congresso, acabando com a remuneração de ex-presidentes, abolindo os fundos partidário e eleitoral, cortando salários, pensões e aposentadorias superiores ao teto constitucional.

Ela ainda defende que seja apresentado um projeto reduzindo significativamente o número de Parlamentares.

TAGS

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

18 Comentários

  1. Essa mulher é louca .

    Responder
    • Louca,por que? Vc leu? Acho que não, portanto o louco é vc.
      Reage só por que o artigo é com Janaina, a traidora, que usou o presidente pra se eleger. Essa ladainha do gado.

      Responder
      • PERFEITO SEU COMENTÁRIO. JANAÍNA É UM EXEMPLO A SER SEGUIDO POR POLÍTICOS PODRES DESSE BRASIL PODRE DA POLÍTICA E DA POPULAÇÃO TAMBÉM. POIS NA SUA MAIORIA DOS CIDADÃOS BRASILEIROS QUE RECLAMAM DA CORRUPÇÃO SEMPRE TEM UM TRAMBIQUE AQUI OUTRO ALI ISSO INDEPENDENTE DE “PEQUENO” OU GRANDE…. NÃO INTERESSA… VIVEMOS UM MOMENTO E ABSURDO SIM NA SOCIEDADE PODRE… OBVIAMENTE GRAÇAS A DEUS NÃO EM SUA TOTALIDADE UM EXEMPLO É ESTA PARLAMENTAR. E ANÔNIMOS BRASILEIROS HONESTOS COMPROMETIDOS COM O PRÓXIMO COM UM MUNDO MELHOR PRA TODOS . TODA UNANIMIDADE É BURRA, JÁ AFIRMAVA O ANJO PORNOGRÁFICO NELSON RODRIGUES. UMA OUTRA CLASSE TAMBÉM PODRE MAS NÃO EM SUA TOTALIDADE.

        Responder
    • Ela não tem nada de louca , é sim muito inteligente e está certíssima.

      Responder
    • O q eu consegui captar da Dra. Janaína, é q essa farra continua na caneta do Messias.

      Responder
  2. Me parece utopia!

    Responder
  3. Em todo o caso, a ideia de redução de parlamentares no Congresso e de Vereadores seria uma medida que está sendo apoiada pela maioria da população há muito tempo.

    Responder
  4. Ela gostaria que o presidente e sua equipe mudassem o Brasil em dois anos de governo, após décadas de um sistema aparelhado. Uma mistura de irracionalidade com destemperamento a qual se submete a deputada com certa frequência.

    Responder
  5. Ainda bem que só a Janaína pensa que nosso congresso vai fazer essas mudanças.

    Responder
  6. Não sei porque a imprensa insiste em dar voz para essa parlamentar. SP precisando andar e ela querendo holofotes. Impeachment do governador, leis estaduais para melhor o Estado .. depois que foi reprovada na USP ficou desnorteada.

    Responder
  7. Puxa pela primeira vez me surpreendo com os cometários.. Afinal a matéria começa com a indignação de um ex presidente condenado receber salario do dinheiro publico e de fato redução em congresso , câmara ou seja parlamentares a redução salarial e seus bônus ,sim! deveria ser bem reduzido .
    Mas é isso ai opinião livre..

    Responder
  8. Avisa ela que ele já fez…

    Responder
  9. Ao invés de surtar a Janaína poderia apoiar o Presidente em suas tentativas frustradas de mudança. Nesses poucos meses, ele já enviou diversos projetos de mudança do nosso sistema que foram um a um colocados para escanteio pelo Primeiro Ministro e sua tropa de trombadinhas. Como pessoa pública que é, ela poderia encabeçar iniciativa popular, porém parece que o interesse é só agitar mesmo.

    Responder
  10. Sei que a revista Oeste prima pela pluralidade de ideias e que suas matérias são sempre de relevante interesse publico, mas dar voz a essa ensandecida e descompensada senhora passou dos meus limites de tolerância.
    Cordiais saudações.

    Responder
  11. Essa senhora falar em absurdo é uma ironia.
    Absurdo foi ela pedir publicamente na ALESP a saída (ou retirada) do presidente (democraticamente eleito) dizendo inclusive “não temos tempo para impeachment”!!!
    Isso é inaceitável para quem se diz democrata !!!
    Aliás, os conspiradores de plantão não precisavam de ajuda tão (in)oportuna.

    Responder
  12. O “oportunista” que vive às nossas custas vive falando asneiras, e ninguém diz nada. Janaina, por dizer verdades, é alvo de ataques. É por isto que esta p. de País, continua do jeito que está. Os que estão atacando a deputada, não merecem algo melhor. Aqui, é o paraíso, para eles. Desconfio que estejam dentro de algum esquema, e não desejam mudanças. Deveriam pensar um pouco nos seus filhos e netos, que herdarão o pouco que sobrar de honestidade, honradez e liberdade.

    Responder
  13. Janaína, você acha que isso passaria no Congresso inocente ? Brigue por isso se for capaz!

    Responder
    • Todos nós temos de brigar. Não só ela. Ou vamos permitir que nos tomem tudo, inclusive a nossa dignidade ?

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine a nossa newsletter

Colunistas

Vacinação sem vacina

Falar em obrigar a população inteira a se vacinar — com uma vacina que não existe — significa o quê? Um negócio da China?

Alerta: pesquisas à vista!

Por que as sondagens eleitorais erram tanto, como isso distorce o processo democrático e o que se pode fazer

Supremas diferenças

Ao compararmos o STF à Suprema Corte dos Estados Unidos, o choque é violento

A coerção e o coronavírus

A necessidade de restrições ocasionais não deve abalar os fundamentos do verdadeiro liberalismo, sustentado no “inovismo” e no “adultismo”

Uma guerra civil nos EUA?

A mídia recusa-se a noticiar o que é evidente aos olhos de seus espectadores, e intelectuais argumentam que “saques e protestos violentos são vivenciados como eventos alegres e libertadores”

Você não pode perder

A VOZ DAS REDES

Uma seleção de tuítes que nos permitem um olhar instigante do mundo, ajudam a pensar e divertem o espírito

LEIA MAIS

Oeste Notícias

R$ 19,90 por mês