1 em cada 5 brasileiros buscou ajuda para tratar da saúde mental durante a pandemia

O estudo contou com a participação da Associação Brasileira de Familiares e Portadores de Transtornos Afetivos
-Publicidade-
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Um levantamento encomendado pela Pfizer aponta que um em cada cinco brasileiros procurou ajuda para tratar da saúde mental durante a pandemia. Realizado pelo Instituto de Tecnologia Ipec em conjunto com a Associação Brasileira de Familiares e Portadores de Transtornos Afetivos, o estudo contou com 2 mil entrevistados e os resultados foram divulgados na quarta-feira 1º.

Leia também: “Estados que não seguirem plano nacional poderão ficar sem doses, diz Saúde”

De acordo com os dados, desde que a pandemia teve início, 16% dos participantes desenvolveram ansiedade, 8% depressão, 3% síndrome do pânico e 2% fobia social. Eles ainda relataram ter crises de choro, irritação, tristeza, angústia e insônia. Cerca de 11% permanecem em acompanhamento médico.

-Publicidade-

A faixa etária mais afetada é formada por jovens. Dos entrevistados entre 18 e 24 anos, metade considerou ruim a saúde mental nesse período e 11% classificaram a situação como “muito ruim”.

“Este é um cenário que vem sendo apontado desde março de 2020 e, por isso, merece acompanhamento, já que continuamos no enfrentamento da pandemia”, destaca um trecho da pesquisa. “Obtivemos muitos avanços com o desenvolvimento e com a aplicação da vacina, mas sabemos que precisamos olhar para o corpo e para a mente já que o coronavírus causou e causa marcas em todos nós.”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

  1. Acho que o que causa mais angústia é o desencontro de informações, a incerteza de volta à normalidade ( sim, porque tudo “funcionando” com um pedaço de pano no rosto pra mim não é normal) perseguições a médicos que ousam discordar da grande “onda” de verdades incontestáveis, enfim tudo isso é um prato cheio para causar todo tipo de angústia. Principalmente nos que analisam e contestam essa nova e infeliz realidade que vivemos. Uma vida artificial, onde a qualquer momento podemos ser jogados de um lado para outro, apenas com adoção de algum novo decreto sem base em nada a não ser no intuito de controle.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro