90% dos postos de São Paulo ficam sem AstraZeneca nesta segunda

Dos 543 locais de vacinação da cidade, 497 registravam falta do imunizante produzido no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz
-Publicidade-
Cidade de São Paulo voltou a registrar falta de vacina da AstraZeneca contra a covid-19
Cidade de São Paulo voltou a registrar falta de vacina da AstraZeneca contra a covid-19 | Foto: Aloisio Mauricio/FotoArena/Estadão Conteúdo

Problema recorrente desde o início do mês passado, a cidade de São Paulo voltou a sofrer com a falta de vacinas contra a covid-19 da AstraZeneca nesta segunda-feira, 4. Segundo dados do site De Olho na Fila, da prefeitura da capital, mais de 91% dos pontos de vacinação não ofereciam o imunizante por volta das 14 horas.

Dos 543 locais de vacinação da cidade, 497 registravam falta do imunizante produzido no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Quem estava esperando pela segunda dose da AstraZenec acabou sendo vacinado com a Pfizer, por meio do chamado intercâmbio de vacinas autorizado pelo Ministério da Saúde.

Leia mais: “AstraZeneca está em falta em mais de 80% dos postos de vacinação em São Paulo”

-Publicidade-

Segundo o secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, a previsão é que uma nova remessa com 180 mil doses da AstraZeneca chegue à capital paulista na manhã de terça-feira 5. A cidade também receberá mais 220 mil doses da Pfizer.

Leia também: “Saúde pretende revacinar toda a população em 2022, diz secretário”

De acordo com dados da prefeitura, 82% da população paulistana está totalmente imunizada com as duas doses — ou a dose única — contra a covid-19. A marca dos 90% deve ser superada até o dia 15 de outubro.

Leia também: “Austrália libera entrada de vacinados com CoronaVac e Covishield”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.