Antes de reunião com Mandetta, Bolsonaro tentou reaproximação com Centrão

A intenção do presidente é garantir mais apoio para pressionar o ministro da Saúde
-Publicidade-
Alan Santos/PR
Alan Santos/PR

Presidente procurou líderes no intuito de reforçar suas ideias sobre o isolamento no país

O presidente Jair Bolsonaro procurou líderes partidários do chamado Centrão, no intuito de fortalecer suas visões sobre o combate do coronavírus no Brasil. De acordo com um dos líderes, a intenção do presidente é garantir mais apoio para pressionar o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

-Publicidade-

Nesta quarta-feira (8), Bolsonaro se reúne com Mandetta, dois dias depois da quase demissão do ministro. O presidente reforçou sua visão contra o isolamento total da população.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. O Presidente deve esquecer o centrão porque qdo convier eles vão trai-lo e exonerar o Mandetta que já deixou de ser médico e voltou a ser político. Político contrário ao Presidente.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site