Anvisa investiga suspeita de surto de covid em 3º navio de cruzeiro

No final de 2021, dois outros navios, o MSC Splendida, em Santos, e o Costa Diadema, na Bahia, tiveram surtos da doença
-Publicidade-
Fachada do edifício sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Fachada do edifício sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) investiga suspeita de surto de covid-19 em um terceiro navio de cruzeiro na costa brasileira, desta vez na Região dos Lagos, no Estado do Rio, o MSC Preziosa.

No final de 2021, dois outros navios, o MSC Splendida, em Santos, e o Costa Diadema, na Bahia, tiveram surtos da doença.

-Publicidade-

A empresa responsável pelo MSC Preziosa confirma os casos de covid-19 em nota à imprensa, mas afirma que são poucos infectados.

“Identificamos um pequeno número de casos de covid-19 entre as pessoas que estão a bordo do MSC Preziosa, que representa 0,6% do total da população a bordo”, destaca a nota, ressaltando que os infectados têm sintomas leves ou são assintomáticos.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o MSC Preziosa, que chegou ao Rio neste domingo, 2, tem ao menos 20 casos confirmados de coronavírus.

A Anvisa já recomendou ao governo a suspensão provisória da temporada de cruzeiros no país, por conta dos surtos de covid-19 e a chegada da nova variante, a Ôminicron.

O Ministério da Saúde informou no sábado 1º que “avaliará as medidas cabíveis” a serem tomadas. Os dois cruzeiros que tiveram surtos da doença na virada do ano registraram mais de 100 casos.

Em 31 de dezembro, a Anvisa informou que interrompeu as atividades do Costa Diadema, após identificar 68 casos de covid-19 entre passageiros e tripulantes. A embarcação estava atracada no porto de Salvador. A viagem terminaria na segunda-feira 3, no porto de Santos.

O MSC Splendida, em Santos, também teve seu cruzeiro interrompido devido ao surto da doença.

Com informações do Estadão Conteúdo

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Todos estão vacinados a bordo, graças a Deus.
    Imaginem um surto de não vacinados.
    É muito perigoso ser contaminado por um não vacinado.
    Já ser contaminado por um vacinado é tão fashion…

    1. Exatamente, mas é curioso que na reportagem ninguém fala que todos no navio estão VACINADOS, assim como os jogadores de futebol na Europa, os jogadores da NBA, os jogadores da NHL, todos vacinados e a Covid comendo solta, santo “passaporte sanitário”…

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.