Após acusações, Caio Coppolla solicita direito de resposta à Folha

Comentarista foi atacado por entidades esquerdistas depois de criar abaixo-assinado pedindo impeachment de Alexandre de Moraes
-Publicidade-
Caio Coppolla foi atacado por entidades formadas por advogados e juristas
Caio Coppolla foi atacado por entidades formadas por advogados e juristas | Foto: Reprodução/YouTube

A jornalista Monica Bergamo, da Folha de S.Paulo, informou que entidades formadas por advogados e juristas se uniram para manifestar apoio ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes pelo que definem como “ataques” feitos a ele pelo comentarista político Caio Coppolla, da CNN Brasil. Segundo a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), o grupo Prerrogativas e o Sindicato dos Advogados de São Paulo, Coppolla passou a usar as mídias sociais para “estimular a mobilização de uma petição pelo impeachment do magistrado”. As instituições alegam que o abaixo-assinado, com mais de 3 milhões de adeptos, “visa a constranger a atuação dos ministros do STF e a respaldar atitudes agressivas e golpistas”. Em vídeo publicado no Twitter, o comentarista político rechaçou as acusações feitas pelos defensores de Moraes. “Os objetivos das entidades, ao veicular esse tipo de desinformação, é criar contexto jurídico e midiático para ensejar medidas judiciais de censura, investigação e prisão contra mim”, afirmou. Ainda no vídeo, Coppolla solicitou direito de resposta à jornalista da Folha de S.Paulo: “Eu faço um apelo à sua ética profissional, Monica [Bergamo]: conceda-me esse espaço em sua coluna. Em nome da liberdade de expressão.”

Leia também: “Kajuru indica que Pacheco colocará impeachment de Moraes em votação no Senado”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

13 comentários

  1. Essa Mônica Bergamo (a jornalista do bandido Lula), uma vergonha para o bom jornalismo, se mantém no emprego porque serve bem aos objetivos da Folha: mentir, distorcer e difamar em benefício do lulopetismo. Merecem um bom processo do Coppolla.

  2. Apenas 1% das qualidades do Caio Coppolla vale muito mais do que essa turma toda de inúteis e covardes. Caio tem lugar na história como cidadão de valor e que se presta a dar bons exemplos aos que têm mentes saudáveis. Caio é referência quando se quer saber quem (ou o que) presta e quem não presta. O Brasil está afundado na imoralidade graças aos que não prestam e que têm como única arma a perseguição covarde dos que são inteligentes e úteis. Pessoas como o Coppolla devem ser prestigiadas e protegidas.

  3. Não adianta atacar o nobre mensageiro. Caio é nosso mensageiro. Somos milhões de brasileiros que vamos dar um basta neste STF corrompido. Em 2022 iremos tirar as maçãs podres do congresso nacional. Vamos vencer!

  4. Conte com nosso apoio Caio. O povo brasileiro do bem precisa reagir a esses absurdos que surgem da esquerda o tempo todo. Precisamos nos unir contra a tentativa de suprimir nossa liberdade de expressão.

    1. Certa vez ouvi um comentarista dizer que a senhora jornalista M0√¥©@ }3π¶@™0 tinha uma estrela do PT tatuada na virilha… E não é que é verdade mesmo!!!!!
      🤣🤣🤣

  5. Você é o megafone do inconsciente coletivo da sociedade brasileira – que é cristã e conservadora – Não se deixe amedrontar.
    Força Caio!!!!

  6. Certa vez ouvi um comentarista dizer que a senhora jornalista M0√¥©@ }3π¶@™0 tinha uma estrela do PT tatuada na virilha… E não é que é verdade mesmo!!!!!
    🤣🤣🤣

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site