-Publicidade-

Após redução de 96% para Censo, IBGE suspende provas

Instituto já afirmou algumas vezes que, com o montante previsto no Orçamento, a realização do levantamento se torna inviável
IBGE | Foto: Montagem/Geraldo Magela/Agência Senado
IBGE | Foto: Montagem/Geraldo Magela/Agência Senado

O IBGE anunciou nesta terça-feira, 6, a suspensão das provas do concurso para contratar 204 mil pessoas para trabalhar de forma temporária no Censo Demográfico 2021. Os testes estavam agendados para 18 e 24 de abril.

Em nota, o instituto informou que, com a votação do Orçamento de 2021 pelo Congresso, o montante destinado para realizar o levantamento foi reduzido em cerca de 96% e que vai avaliar um novo planejamento para a aplicação das provas, a depender de um posicionamento do Ministério da Economia.

Leia mais: “Pagamento da 1ª parcela do auxílio emergencial começa hoje”

As provas objetivas suspensas são para os cargos de agente censitário municipal, agente censitário supervisor e recenseador.

Dinheiro para o Censo

Inicialmente, o orçamento para o Censo era de R$ 3,4 bilhões, depois passou para R$ 2 bilhões e no final ficou em R$ 71 milhões, o que, segundo o IBGE, inviabiliza sua realização. Um dia após a votação no Congresso, a presidente do instituto, Susana Cordeiro Guerra, pediu exoneração.

Durante a discussão do tema no plenário da Câmara, o líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), propôs um acordo de compromisso futuro, por parte do Executivo, de recomposição do orçamento do IBGE “para realização oportuna” do Censo Demográfico.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.