-Publicidade-

Bolsonaro critica governadores por pagamento de auxílio estadual: ‘Povo dominado’

Em conversa com apoiadores, presidente reclamou dos ataques ao governo federal
Jair Bolsonaro voltou a fazer críticas aos governadores
Jair Bolsonaro voltou a fazer críticas aos governadores | Foto: Diego Gurgel/Estadão Conteúdo

Em conversa com apoiadores nesta sexta-feira, 12, à porta do Palácio da Alvorada, o presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar governadores, desta vez pela iniciativa de alguns Estados de pagar auxílios emergenciais em meio à pandemia de covid-19. Neste momento, pelo menos três Estados e o Distrito Federal adotam ou avaliam pagar o benefício.

Leia mais: “Doria endurece isolamento e inaugura fase mais restritiva”

“Você vê que tem governador agora que está falando em auxílio emergencial, né?”, disse Bolsonaro a seus simpatizantes. “Querem fazer o Bolsa Família próprio. Quanto mais gente vivendo de favor de Estado, mais dominado fica o povo”, completou.

“O pessoal vai devagar, devagar, tirando seus meios, sua esperança, seu ganha-pão… Você passa a ser obrigado a ser sustentado pelo Estado.”

Na conversa com os apoiadores, Bolsonaro voltou a afirmar que “o que nós temos mais de sagrado é nossa liberdade”. Ele também disse que o governo federal tem se esforçado para combater a pandemia de covid-19. “O pessoal tem que reconhecer o sacrifício que a gente faz, tá? Então, o pessoal tem que saber o que está em jogo, o que ele pode perder. E não esperar que uma pessoa resolva os seus problemas. Esse problema é de todos nós.”

Leia também: “Governadores devem se reunir para firmar ‘pacto nacional'”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.