Brasil faz acordo para facilitar venda de lançador de foguetes para o Catar

Memorando também desenvolverá comércio de munições e armas não letais
-Publicidade-
Ministros da Defesa, Walter Braga Netto, do Brasil, e Khalid Al Attiyah, do Catar, assinam memorando
Ministros da Defesa, Walter Braga Netto, do Brasil, e Khalid Al Attiyah, do Catar, assinam memorando | Ministério da Defesa

O Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, assinou um memorando de entendimento com o ministro da Defesa do Catar, Khalid Bin Mohammad Al Attiyah, para desenvolver a produção e a comercialização de armamentos com o país, segundo informações divulgadas no Twitter do Ministério da Defesa nesta quarta-feira, 17.

A Revista Oeste apurou que o memorando deve facilitar o processo de venda do sistema de artilharia Astros II, o mais avançado lançador de foguetes por saturação produzido no Brasil. Ele pode lançar foguetes em série e atingir alvos a até 90 quilômetros de distância. Também pode ser adaptado para o lançamento de mísseis de cruzeiro.

Versões mais antigas do equipamento já foram utilizadas na Guerra do Golfo. Desenvolvido pela Avibrás, é hoje a principal arma de artilharia do Brasil.

-Publicidade-

O memorando também deve facilitar a exportação de munições produzidas pela CBC e armamentos não letais desenvolvidos pela empresa Condor. A assinatura do memorando ocorreu durante a viagem da comitiva do presidente Bolsonaro ao Oriente Médio.

O acordo é bastante amplo e vai além da parte de comercialização de equipamentos. Ele também é voltado para a cooperação na área de ciência, tecnologia e Inovação.

Em 2019 e 2020, o Catar adquiriu US$ 51,6 milhões em produtos de defesa do Brasil.

Leia tembém: “Bolsonaro reúne apoiadores em ‘motociata’ no Catar”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.