-Publicidade-

Brasil recebe 1 milhão de doses de vacina do consórcio Covax Facility

Até o fim de março, governo brasileiro espera receber mais 1,9 milhão de doses do imunizante produzido pela Universidade de Oxford
Ministério da Saúde recebe mais 1 milhão de doses de vacina contra a covid-19
Ministério da Saúde recebe mais 1 milhão de doses de vacina contra a covid-19 | Foto: José Marcos/Enquadrar/Estadão Conteúdo

O Ministério da Saúde confirmou que receberá neste domingo, 21, a primeira remessa de vacinas adquiridas por meio do consórcio global Covax/Facility. Nesta primeira etapa, serão 1,02 milhão de doses do imunizante produzido pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca, com fabricação na Coreia do Sul. A chegada está programada para as 18 horas, no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP).

Leia mais: “Brasil negocia com os Estados Unidos importação de vacinas de Oxford”

A projeção do governo brasileiro é que o país receba mais 1,9 milhão de doses até o fim de março. Segundo a pasta, o cronograma inicial prevê 2,9 milhões de doses neste mês e outras 6,1 milhões até maio.

Leia também: “Governo distribui mais 5 milhões de vacinas e pede que todas sejam usadas na primeira dose”

A Covax Facility é uma aliança global coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que reúne 191 países. O acordo do Brasil com o consórcio prevê a aquisição de 42 milhões de doses.

No sábado 20, como registramos, o Ministério da Saúde anunciou o início da distribuição de mais 5 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 para todo o país. A orientação agora é para que Estados e municípios utilizem todos esses imunizantes na primeira dose da vacinação, para que o maior número possível de brasileiros seja vacinado em um momento crítico da pandemia no país.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.