Brasil registra queda de assassinatos nos primeiros três meses de 2022

Houve 10,2 mil mortes violentas de janeiro e março, contra 10,8 mil verificadas no mesmo período do ano passado
-Publicidade-
Houve queda de 6% no número de assassinatos ocorridos no país
Houve queda de 6% no número de assassinatos ocorridos no país | Foto: Reprodução

O número de assassinatos no Brasil continua em queda neste ano, segundo o relatório Monitor da Violência, elaborado pelo portal G1. O levantamento tem como base os dados oficiais dos 26 Estados e do Distrito Federal.

Houve 10,2 mil assassinatos nos primeiros três meses de 2022. Isso significa uma queda de 6%, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Foram consideradas as vítimas dos seguintes crimes: homicídios dolosos, latrocínios (roubos seguidos de morte) e lesões corporais seguidas de morte.

Em 2021, o Brasil já havia registrado uma queda de 7% no número de assassinatos. Foram 41,1 mil mortes violentas intencionais no ano passado — o menor número de toda a série histórica do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), responsável por coletar os dados desde 2007.

-Publicidade-

De acordo com o FBSP, isso é consequência de uma série de fatores, incluindo mudanças na dinâmica do mercado de drogas brasileiro; maior controle e influência dos governos sobre os criminosos; apaziguamento de conflitos entre facções; e políticas de segurança pública.

Em suma, os dados verificados no primeiro trimestre de 2022 mostram que: (1) houve quase 700 mortes a menos que no mesmo período do ano passado; (2) na contramão da maioria do país, cinco Estados registraram alta nas mortes — Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí e Rondônia; (3) o Acre registrou a maior queda, de 30%; e (4) Rondônia teve o maior aumento nos crimes, de 48%.

Confira os cinco Estados com mais mortes no país:

1 — Bahia: 1.326

2 — Pernambuco: 963

3 — São Paulo: 812

4 — Rio de Janeiro: 781

5 — Ceará: 755

Leia também: “Terrorismo urbano”, reportagem de Silvio Navarro publicada na Edição 109 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.