Burger King recebe críticas por expor crianças falando sobre orientação sexual

Rede de fast-food fez campanha LGBT+
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Burger King
Foto: Divulgação/Burger King

O Burger King se tornou alvo de críticas nesta semana por lançar uma campanha LGBT+ sob a perspectiva infantil. Trata-se de um vídeo comemorando o Dia Internacional do Orgulho Gay, em que crianças falam sobre a homossexualidade.

Na sexta-feira 25, a rede de fast food chegou aos trending topics do Twitter com as hashtags #burgerkinglixo e #burgerkingnuncamais. A pergunta que consta na imagem é a seguinte: “Como eu vou explicar a sigla LGBTQIA+ para as crianças?”. Assista ao vídeo:

Nota da empresa

“Acreditamos no respeito como princípio básico de todas as relações humanas e não toleramos o preconceito. Aqui, todas as pessoas são bem-vindas. O desenvolvimento da campanha ‘Como Explicar’, voltada e pensada especificamente para o público adulto, contou com a curadoria de especialistas em psicologia para garantir o uso de uma linguagem adequada, bem como uma consultoria de diversidade e das ONGS Mães pela Diversidade e APOLGBT. O Burger King reforça seu compromisso de contribuir na construção de uma sociedade cada vez mais plural e com o respeito como princípio básico.”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.