Butantan chega a 50 milhões de doses entregues ao Ministério da Saúde

Novo lote de insumos deve chegar ao Brasil nas próximas semanas
-Publicidade-
Instituto Butantan já entregou metade do total de doses contratadas pelo Ministério da Saúde
Instituto Butantan já entregou metade do total de doses contratadas pelo Ministério da Saúde | Foto: Divulgação/Instituto Butantan

Com mais 1 milhão de doses da CoronaVac entregues nesta quarta-feira, 16, o Instituto Butantan alcançou a marca de 50 milhões de doses da vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do governo federal.

O governo do Estado de São Paulo espera concluir a entrega de mais 50 milhões de doses da vacina chinesa até o dia 30 de setembro, totalizando 100 milhões de doses do imunizante disponibilizadas para o Ministério da Saúde.

Leia também: “Os próximos passos do soro anticovid desenvolvido pelo Butantan”

-Publicidade-

A expectativa do Butantan é que um novo lote de insumos com 6 mil litros do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) chegue nas próximas semanas ao Brasil. O volume é suficiente para a produção de mais 10 milhões de doses.

Na sexta-feira 18, está programada a liberação de mais 2,2 milhões de doses da CoronaVac ao PNI.

Leia também: “Anvisa autoriza testes da ButanVac em humanos”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. DE QUE ADIANTA TANTA VACINA, SE AQUALIDADE E A EFICÁCIA É DE 28%?.
    50 MILHÕES DE LIXO.
    O MS DEVERIA PARA DE COMPRAR ESSE MONTE DE LIXO.
    E VEM AÍ A BUTANVAC KKKKK

  2. São Paulo reconhece ajuda do governo federal para antecipar vacinação no estado – 15/06/2021 —-

    O anúncio de Doria só pôde ser feito depois que o Ministério da Saúde do Governo Federal entregou de forma antecipada 2 milhões de doses da vacina da Janssen. Doria, no entanto, quis ficar com todo o crédito pela antecipação do calendário vacinal. —

    Já o secretário de Saúde do Estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, admitiu nessa segunda-feira (14) que o governo federal contribuiu para que a imunização fosse antecipada no Estado. —–

    https://tercalivre.com.br/sao-paulo-reconhece-ajuda-do-governo-federal-para-antecipar-vacinacao-no-estado

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site