Cade recomenda fusão entre Localiza e Unidas

No entanto, parecer apresenta 'condições' para operação seguir
-Publicidade-
Fusão entre Localiza e Unidas está mais próxima depois do parecer do Cade | Foto: Montagem/Revista Oeste
Fusão entre Localiza e Unidas está mais próxima depois do parecer do Cade | Foto: Montagem/Revista Oeste

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a aprovação da compra da Unidas pela Localiza. Havia receio de um possível impedimento do processo por se tratar da primeira e segunda maiores locadoras de veículos do Brasil.

Leia mais: App de telemedicina Babylon Health anuncia fusão avaliada em US$ 4,2 bilhões”

No entanto, como o Cade destacou possíveis “riscos relevantes para o ambiente competitivo no mercado de locação de veículos”, as empresas deverão atender a alguns “remédios”. Com o objetivo de minimizar ameaças ao comércio nacional, o órgão pretende exigir um plano de desinvestimentos do novo negócio que envolva a venda de ativos a empresas concorrentes.

-Publicidade-

Leia também: “Empresa confirma tratativa por fusão com startup dos ‘carros voadores’ da Embraer”

Com relação às prováveis mudanças, a Localiza e a Unidas já apresentaram ao Cade uma proposta que envolve a venda de parte da operação do aluguel de veículos da Unidas. A reavaliação do contrato de parceria entre a Localiza e uma companhia norte-americana, a  Vanguard, também consta no processo.

Agora, diante do parecer da Superintendência-Geral, a fusão será avaliada pelo Tribunal do Cade. Depois, o órgão terá até janeiro de 2022 para emitir uma avaliação final.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro