Check in da Itapemirim inoperante e cancelamentos geram caos em aeroportos

Anac aconselha passageiros a não se dirigirem a aeroportos depois de suspensão das operações da empresa
-Publicidade-
Passageiros cobram explicações no balcão de check in da Itapemirim no aeroporto de Guarulhos (SP)
Passageiros cobram explicações no balcão de check in da Itapemirim no aeroporto de Guarulhos (SP) | Foto: Willian Moreira/Futura Press/ Estadão Conteúdo

Dúvidas sobre a possibilidade de fazer check-in e cancelamento de vôos da ITA, a companhia aérea do Grupo Itapemirim, estão causando confusão em diversos aeroportos brasileiros desde a noite da sexta-feira 17.

Por isso, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) está recomendando que os passageiros não se dirijam aos aeroportos antes de falar com a empresa.

A Itapemirim anunciou que suspendeu “temporariamente” as operações por conta de uma “reestruturação interna”. A companhia aérea tinha 514 voos programados entre a noite de ontem e o dia 31 de dezembro.

-Publicidade-

Assim, cada voo nas aeronaves da empresa tem capacidade para 162 passageiros, segundo noticiou o jornal O Estado de S. Paulo.

A ITA divulgou nota afirmando que vai reembolsar os passageiros prejudicados pelos cancelamentos.

Por isso, com a decisão, a companhia surpreendeu dezenas de passageiros nos aeroportos. Muitos ficaram revoltados por não conseguirem viajar para as festas de Natal e Ano Novo.

Por isso, os consumidores discutiram com funcionários da companhia nos balcões de check in da Itapemirim no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Os voos cancelados também partiriam do Galeão, no Rio de Janeiro, e dos aeroportos de Brasília (DF), Recife (PE) e Salvador (BA).

Check-in em site da Itapemirim não funciona

A Anac suspendeu a licença da ITA para operar voos. Passageiros com voos agendados para os próximos dias não estão conseguindo realizar o check-in.

O site da companhia traz a mensagem “não foi possível carregar a lista dos aeroportos que o Check-In Web é permitido”.

Por isso, a Anac determinou que a empresa preste atendimento integral a todos os clientes lesados.

Assim, a aérea deverá comunicar todos os passageiros, individualmente, sobre cancelamentos de voos, reacomodações e também garantir o reembolso das passagens aéreas comercializadas.

Segundo informações da TV Record, passageiros nos aeroportos estão sendo aconselhados a procurar a companhia pelo email falecomaita@voeita.com.br.

Mas, os passageiros também são orientados a enviar o e-mail quando ligam para o canal de comunicação por telefone da empresa.

Por isso, a Anac recomendou que os passageiros que tiveram voos cancelados também procurem o site Consumidor.gov.br – plataforma para reclamações de consumidores e contato com empresas.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.