Chineses podem andar sem máscara desde agosto do ano passado

No Brasil, o uso ainda é obrigatório 
-Publicidade-
O uso de máscara ainda é obrigatório no Brasil
O uso de máscara ainda é obrigatório no Brasil | Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de Santa Catarina

Enquanto no Brasil ainda se discute a obrigatoriedade das máscaras e possíveis punições para quem não as usa, na China, as pessoas estão livres desde agosto do ano passado. De acordo com a agência de notícias Reuters, depois de 13 dias consecutivos sem nenhum novo caso relatado, as medidas restritivas foram flexibilizadas.

Conforme noticiou Oeste, as autoridades de saúde de Pequim dispensaram em 20 de agosto de 2020 o uso de máscaras em atividades ao ar livre. A capital praticamente voltou à normalidade depois de decretar dois lockdowns.

No Brasil, o cenário é outro. Em São Paulo, por exemplo, o governo avalia retirar a obrigatoriedade do uso de máscara no Estado, mas não agora. “Estamos dentro de uma visão otimista em relação ao futuro próximo, e não pessimista. Os dados nos dão amparo para um otimismo moderado”, disse o governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes. “Ainda é preciso ter cuidado, mas estamos com um horizonte até de curto prazo bastante otimista em relação a São Paulo.”

-Publicidade-

No Rio de Janeiro, o prefeito Eduardo Paes (PSD-RJ) afirmou na segunda-feira 4 que o Comitê Científico carioca pretende abolir o uso de máscara em locais abertos e sem aglomeração apenas quando 75% da população estiver vacinada. A previsão é de que isso ocorra até 15 de novembro. 

Leia mais: “China quer combater a covid-19 com cloroquina”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.