Com aumento de casos, Paes se desculpa por reabertura no Rio

'Passei a impressão de que estava tudo bem, mas não está', afirmou o prefeito da cidade
-Publicidade-
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, demonstrou preocupação com aumento de casos de covid-19
O prefeito do Rio, Eduardo Paes, demonstrou preocupação com aumento de casos de covid-19 | Foto: Divulgação

Diante do aumento de casos confirmados de covid-19 no Rio de Janeiro, o prefeito da cidade, Eduardo Paes (PSD), fez um mea-culpa depois da decisão de permitir a reabertura de grande parte das atividades comerciais e flexibilizar as medidas restritivas impostas durante a pandemia.

Depois de registrar queda no número de infecções por duas semanas, o Rio voltou a ter aumento nos casos da doença causada pelo novo coronavírus. “Temos um pequeno aumento importante nas últimas semanas, e a gente está monitorando isso. São casos principalmente de síndrome gripal”, afirmou o subsecretário de Vigilância em Saúde, Márcio Garcia.

Leia mais: “Rio pretende vacinar jovens de 15 a 18 anos até o fim de agosto”

-Publicidade-

Segundo Eduardo Paes, “pequeno aumento importante é um grande aumento”. “Isso é basicamente fruto da variante Delta. E me leva a reafirmar algo: que eu pessoalmente talvez tenha comunicado mal. Quando a gente anuncia uma programação de reabertura, e eu assumo responsabilidade por isso, a gente não quer dizer que tudo está sob controle”, disse o prefeito do Rio.

“Toda nova medida tem relação com o cenário epidemiológico. Se a gente tem o número de casos aumentando, a tendência é fechar, não abrir. Assumo aqui a responsabilidade por ter passado uma outra impressão”, prosseguiu Paes. “Se pareceu que eu comuniquei isso com o calendário de planejamento, não foi essa a minha intenção. Eu me equivoquei na maneira como me comuniquei, passei a impressão de que estava tudo bem, mas não está. Temos um cenário de reabertura, mas se o cenário epidemiológico piorar, vamos pensar em outra coisa. Não tem o menor problema em recuar naquele plano.”

Leia também: “Coronavírus: 26% das cidades do Rio de Janeiro ficaram sem mortes por duas semanas”

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura do Rio, todas as 33 regiões administrativas da cidade voltaram a ter alto nível de risco de contaminação.

Leia também: “Cabral se diz vítima de ‘gincana processual’: ‘Sou o único da Lava Jato na cadeia’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro