Revista Oeste - Eleições 2022

Comissão avalia inclusão de remédio contra covid no SUS

Segundo a Pfizer, o remédio possui 89% de eficácia na prevenção de hospitalizações e mortes
-Publicidade-
O Paxlovid foi desenvolvido pela Pfizer
O Paxlovid foi desenvolvido pela Pfizer | Foto: Shutterstock

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias ao Sistema Único de Saúde (Conitec) decide nesta terça-feira, 12, se o Paxlovid deve ser incluído na rede pública. De acordo com a farmacêutica Pfizer, responsável pela produção, o remédio é indicado para uso em adultos que tiveram os primeiros sintomas da covid.

Na reunião, será produzido um relatório sobre a eventual incorporação do remédio ao Sistema Único de Saúde (SUS). Se houver o aval positivo, o Ministério da Saúde autorizará o uso do fármaco antiviral. 

Quem deve usar

-Publicidade-

O Brasil não é o primeiro país a discutir a aplicação do Paxlovid em casos de infecção por covid. Nos Estados Unidos, por exemplo, quem recomendou a aquisição foi a Food and Drug Administration (FDA). Europa, Canadá, China, Austrália, Japão, Reino Unido e México também já avançaram quanto ao uso do fármaco em pacientes. 

O Paxlovid deve ser usado em adultos do grupo de risco, mas que não precisaram usar oxigênio para controlar a doença. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a droga poderá ser comprada nas farmácias, com receita médica.  

Ainda de acordo com a Anvisa, o remédio não é recomendado para gestantes e pacientes com insuficiência renal grave ou com falha renal. O uso por mais de cinco dias também não é indicado. 

Quando o remédio chega 

Segundo apuração da CNN, a expectativa é que o primeiro lote do Paxlovid chegue aos postos de saúde em maio, caso o contrato de aquisição seja assinado agora em abril. 

A Anvisa não apresentou detalhes sobre a quantidade a ser adquirida. Estima-se uma compra de 400 milhões a 500 milhões de unidades para atender principalmente ao grupo de pacientes que, mesmo após o esquema vacinal completo, ainda possui alto risco de contrair a covid.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.