-Publicidade-

Brasil garante mais 6,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19

Em meio a tantos tropeços, país consegue dar prosseguimento ao Plano Nacional de Imunização
Brasil garante mais 6,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19
Brasil garante mais 6,8 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 | Foto: Erbs Jr./FramePhoto/Estadão Conteúdo

O Brasil garantiu ontem, sexta-feira, 22, mais 6,8 milhões de doses de vacinas para dar prosseguimento ao Plano Nacional de Imunização (PNI) contra a covid-19. Além do lote da fórmula da AstraZeneca/Oxford que é fabricada no Instituto Serum, na Índia, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o pedido do Instituto Butantan para o uso emergencial de mais 4,8 milhões de doses da CoronaVac.

Dois milhões de doses do imunizante da Oxford chegaram ontem ao Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, de onde foram levados para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No caso da vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac, as unidades precisaram de avaliação à parte por terem sido envasadas e rotuladas no Brasil. A aprovação foi por unanimidade, com voto favorável dos cinco diretores da Anvisa.

Em meio a tantos tropeços, em clima de guerra e disputas de poder, como mostra a reportagem de capa da mais recente edição da Revista Oeste, foi dada a largada para a campanha de vacinação contra a covid-19 no Brasil.

Leia também: “Vacina da Johnson & Johnson produz resposta imune”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês