CoronaVac não apresentou resultado ‘esperado’, diz gerente da Anvisa

Mesmo assim, Gustavo Mendes Lima sugere aprovação do imunizante
-Publicidade-
Gerente da Anvisa critica eficácia da CoronaVac
Gerente da Anvisa critica eficácia da CoronaVac | Foto: Reprodução

O gerente-geral de medicamentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gustavo Mendes Lima, criticou a CoronaVac. Em apresentação durante reunião do órgão neste domingo, 17, ele afirmou que o imunizante desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com a chinesa Sinovac Biotech ficou aquém do que se imaginava para um projeto de combate ao novo coronavírus.

Leia mais: “Covid-19: homem é contaminado após receber doses da vacina da Pfizer”

“Não foram apresentados os resultados da avaliação de imunogenicidade ao longo do tempo para esse estudo, de acordo com o que era esperado e definido no protocolo”, afirmou Mendes Lima. “Os dados fornecidos de imunogecidade da CoronaVac não são quantitativos, são qualitativos e, por isso, não foram considerados adequados”, enfatizou o gerente-geral de medicamentos da Anvisa.

-Publicidade-

Como gerente de área técnica, o papel de Mendes Lima foi justamente apresentar a sua análise sobre a CoronaVac e a vacina da Universidade de Oxford. As aprovações — ou não — dos imunizantes serão definidos pelos cinco diretores do órgão.

Sem resultado ‘esperado’, mas…

Apesar de criticar publicamente os resultados apresentados pela CoronaVac no combate ao novo coronavírus, o gerente-geral de medicamentos sugere a aprovação do uso emergencial da vacina. De acordo com Gustavo Mendes Lima, essa medida se faz necessária devido à falta de alternativas presentes no Brasil contra a pandemia.

“A gerência recomenda a aprovação do uso emergencial da CoronaVac, com acompanhamento das incertezas”

“A recomendação, como área técnica, é que, tendo em vista o cenário da pandemia, aumento do número de casos e ausência de alternativas terapêuticas, a gerência recomenda a aprovação do uso emergencial da CoronaVac, com acompanhamento das incertezas que ainda temos e reavaliação periódica”, afirmou. Além dele, a gerência de monitoramento de produtos e a coordenação de inspeção de insumos da Anvisa também irão apresentar suas análises sobre os dois projetos de vacina.

Acompanhe: “Anvisa decide hoje sobre uso emergencial de vacinas”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.