-Publicidade-

Coronavírus: Brasil está entre os primeiros países a receber vacina através da Covax

País deve receber 10,6 milhões de doses no primeiro semestre de 2021
Foto: Erbs Jr./FramePhoto/Estadão Conteúdo
Foto: Erbs Jr./FramePhoto/Estadão Conteúdo | vacinas
vacina
Foto: Erbs Jr./FramePhoto/Estadão Conteúdo

A iniciativa Covax Facility pretende distribuir a vacina experimental contra o coronavírus ao redor do mundo. Na quarta-feira 3, foi publicada a lista com os primeiros beneficiários e as respectivas remessas que serão enviadas. O Brasil deve receber 10,6 milhões de doses no primeiro semestre de 2021.

Leia também: “Os dilemas da vacina”, reportagem da Edição 42 da Revista Oeste 

De acordo com a listagem, essa é a 6ª maior carga reservada a uma nação e está apenas atrás de Índia (97,1 milhões), Paquistão (17,1 milhões), Nigéria (16 milhões), Indonésia (13,7 milhões) e Bangladesh (12,7 milhões). No total, até o final de junho, está prevista a distribuição de 337,2 milhões de doses em 145 países. A Covax considera a quantia suficiente para cobrir 3,3% de toda a população do planeta.

O imunizante enviado para os brasileiros será o mesmo que foi desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca — e sua fabricação ficou a cargo da SK Bioscience, uma farmacêutica sul-coreana.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês