Coronavírus: a primeira cura clínica é registrada em Pernambuco

Governo do estado enviou à Assembleia Legislativa de Pernambuco três medidas, entre elas, um pedido de estado de calamidade
-Publicidade-
O uso de materiais de proteção individual como máscaras e luvas estão sendo adotados pela população para proteção contra a transmissão da codi-19 (Coronavirus).Foto: Itawi Albuquerque/AGIF 20/03/2020 - Foto: ITAWI ALBUQUERQUE/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
O uso de materiais de proteção individual como máscaras e luvas estão sendo adotados pela população para proteção contra a transmissão da codi-19 (Coronavirus).Foto: Itawi Albuquerque/AGIF 20/03/2020 - Foto: ITAWI ALBUQUERQUE/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Governo do Estado enviou à Assembleia Legislativa três medidas, entre elas um pedido de estado de calamidade

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco registrou nesta sexta-feira, 20, a cura clínica de uma idosa de 66 anos que havia sido infectada pelo coronavírus. Ela e o marido, de 71 anos, foram os primeiros casos confirmados do Estado.

-Publicidade-

“A mulher com cura clínica está internada, mas já tem condições de alta. O esposo dela e os outros oito pacientes estão internados. Três estão na unidade de terapia intensiva, mas estão todos estáveis”, garantiu numa entrevista coletiva o secretário de Saúde do Estado, André Longo.

O secretário afirmou, contudo, que apesar da boa notícia ainda será necessário implementar mais ações para enfrentar as recentes confirmações de pessoas contaminadas pelo coronavírus. Segundo ele, nas últimas 24 horas o número no Estado aumentou de 28 para 31.

Em Pernambuco, até o momento, há 529 notificações, estando 289 delas ainda em investigação.

Calamidade pública

O secretário de Saúde, André Longo, informou na entrevista coletiva que o governo do estado enviou à Assembleia Legislativa de Pernambuco três medidas, entre elas, um pedido para que os deputados reconheçam o estado de calamidade.

Ademais, também fazem parte do pacote um fundo de recebimento de doações e um rito simplificado para a aquisição de equipamentos e contratação de profissionais e aquisição de equipamentos.

Conforme noticiou Oeste, o Congresso Nacional aprovou o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 88/2020 que trata da calamidade pública. O pedido chancelado pelos congressistas dará ao governo o poder de descumprir a meta fiscal primária estabelecida para 2020 (R$ 124,1 bilhões) e investir em ações contra o coronavírus.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.