-Publicidade-

Coronavírus: secretária da Saúde é ‘vacinada’ com seringa vazia em Quixadá

Confira o vídeo: prefeito da cidade resolveu que ele mesmo aplicaria as primeiras doses do imunizante
A secretaria de Saúde de Quixadá (CE), Benedita Oliveira | Foto: Reprodução/Redes Sociais
A secretaria de Saúde de Quixadá (CE), Benedita Oliveira | Foto: Reprodução/Redes Sociais | A 'não vacina' em Quixadá (CE)
A secretária da Saúde de Quixadá (CE), Benedita Oliveira | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em Quixadá (CE), a vacinação contra o coronavírus começou na última terça-feira, 19. O prefeito Ricardo Silveira (PSD), médico, resolveu que ele próprio aplicaria a dose nos primeiros quixadaenses que receberam o imunizante. A secretária da Saúde, Benedita Oliveira, enfermeira, integrava o grupo. O problema é que, pelo que mostram as imagens, justo na vez dela a seringa estava vazia. O político, no entanto, não interrompeu a cerimônia — seguiu o ato como se nada tivesse acontecido. A internet, porém, não perdoa.

Leia também: “Coronavírus: em Manaus, filhos de famílias influentes recebem nomeações na Saúde na semana da vacinação”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Vcs como um canal de noticias deveriam evitar a propragacao de Fake News : https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2021/01/20/prefeitura-de-quixada-denuncia-grupo-que-divulgou-fake-de-vacinacao-com-seringa-vazia.ghtml inclusive a resposta a este video falso foi feita no dia 20/01 e vcs publicaram hoje dia 22/01 quando ja se sabia que a noticia é falsa. Se a revista quer apoio e assinantes, sejam imparciais e nao escolham lado porque vcs perdem credibilidade.

    1. não sei se assistiu ao outro vídeo, esse é totalmente diferente, de outro angulo, de outra camera, com a mesma imagem… só pelo fato do g1 ter falado que é mentira, acredito mais ainda na Oeste. veja os 2 vídeos e acredite nos seus olhos e não o que a mídia quer que você acredite

      1. É um absurdo o que vêm acontecendo em nosso país, onde pessoas ainda dão credibilidade a globo, uma emissora nitidamente em decadência com o seu jornalismo, é como disse o rapaz, veja o vídeo com seus olhos e não com os olhos da Globo.

  2. Prefeitura informa que o vídeo é fake – manipulado (Mentira – o vídeo é verdadeiro, porém parcial. As imagens divulgadas nas redes são oficiais, originais da própria prefeitura de Quixadá)
    Prefeitura informa que dada quantidade de 0,5 ml o líquido pode nãos ser visível (mentira – a imagem da ampola deixa claro que não havia, pelo menos, praticamente líquido na seringa)
    Conclusão: o vídeo completa dá a entender que houve algo de errado após a técnica entregar a seringa ao médico (prefeito). Segundo as imagens, a técnica ao aspirar a vacina da ampola percebe que o êmbolo da seringa voltou a posição inicial – até o fundo da seringa – o que fez com que ela aspirasse novamente; aí sim, com êxito, entregando a seringa aparentemente com o líquido, pois o êmbolo estava bem afastado do fundo da seringa indicando espaço preenchido pelo líquido. Qd ela entrega a seringa ao médico, este coloca a tampa protetora da agulha da seringa e ao se dirigir à secretária para a administração da vacina, o mesmo retira a tampa e neste momento parece ter havido uma pressão no êmbolo dispersando o líquido.
    Por fim, é bem provável que houve erro na manipulação da seringa e/ou defeito na seringa. Agora, fica, também, a suspeitar de que o médico percebeu o problema se dirigindo à técnica e, ao que parece, questionando sobre problemas com a seringa, porém preferiu não voltar atrás para, de fato, aplicar a vacina. Quanto à secretária, acredito que ela ou qualquer outra pessoa não teria a percepção clara de que o líquido penetrou ou não em seu corpo.

  3. Complementando, as imagens que vimos são apenas de uma câmera. O evento foi noticiado pela prefeitura e as imagens oficiais foram feitas por ela mesma. Um outra coisa, é visível, sim, o líquido sendo dispersado pela agulha antes da aplicação. Quem primeiro divulgou ou quem replicou pelo mundo a fora o vídeo parece que teve a intenção de causar descrédito e difamação. O prefeito, a técnica, a secretária e o mestre de cerimônia precisam dar explicações dos fatos.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês