-Publicidade-

Coronavírus: UE controla exportação de vacinas

Medida foi estabelecida na noite da última segunda-feira, 25
A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen | Foto: Divulgação/Redes Sociais
A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen | Foto: Divulgação/Redes Sociais
A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen | Foto: Divulgação/Redes Sociais

A União Europeia determinou que os laboratórios serão obrigados a fazer uma notificação prévia para a exportação de vacinas contra a covid-19. A medida foi estabelecida na noite de ontem, segunda-feira 25, depois de uma reunião com executivos da farmacêutica AstraZeneca. No dia 22, a companhia anunciou o atraso das entregas do imunizante para os europeus.

Ontem, em Davos, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, declarou que as empresas têm de honrar seus compromissos com o bloco. “E agora as companhias têm de entregar. Elas têm de honrar suas obrigações”, declarou Ursula. “É por isso que vamos estabelecer um mecanismo de transparência na exportação de vacinas. A Europa está determinada a contribuir. Mas isso também significa business.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Ahhh a Europa, a boazinha, a salvadora do mundo e do meio ambiente. Mostra agora sua cara de colonizadora, e autoritária….que se dane o mundo, vamos nos salvar. Sempre foi assim, sempre será…cadê Greta, Macron e tantos outros europeus que adoram se meter nos países emergentes para criticar isso????

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês