Deputados estaduais de PE cancelam férias de julho

Assembleia Legislativa do Estado seguirá ativa em meio à pandemia
-Publicidade-
Mesmo virtual, Alepe não vai parar em julho | Foto: RINALDO MARQUES/ALEPE
Mesmo virtual, Alepe não vai parar em julho | Foto: RINALDO MARQUES/ALEPE | alepe - deputados estaduais de pernambuco

Assembleia Legislativa do Estado seguirá ativa em meio à pandemia

alepe - deputados estaduais de pernambuco
Mesmo virtual, Alepe não vai parar em julho | Foto: RINALDO MARQUES/ALEPE

Em vez de férias, trabalho. Diferentemente dos ministros do STF que entram em recesso a partir de amanhã, 2 de julho, os deputados estaduais de Pernambuco concordaram em cancelar a pausa anualmente prevista para o início do semestre. Dessa forma, as atividades da Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) seguirão normalmente ao decorrer das próximas semanas.

-Publicidade-

Leia mais:Venezuela anuncia eleição parlamentar em dezembro sem a presença da oposição

O presidente da Alepe, Eriberto Medeiros (PP), destacou que os trabalhos na Casa seguirão em decorrência do momento que o Estado nordestino e todo o Brasil enfrentam, que é de combater a pandemia da covid-19. Nesse sentido, o deputado destacou que, mesmo diante da situação de combate ao novo coronavírus, o desempenho do Legislativo pernambucano evoluiu em comparação ao primeiro semestre de 2019.

Afinal, foram apresentados 417 projetos de lei em 2020, o que representa aumento de quase 30%. Na parte de aprovação de propostas, o crescimento foi ainda maior. Ao todo, de janeiro a junho, deputados estaduais de Pernambuco aprovaram exatos 90 projetos, de acordo com informações divulgadas pela própria Alepe. O número representa crescimento superior a 90% quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Home office

Apesar de Pernambuco enfrentar a pandemia do novo coronavírus, Medeiros viu que a crise de certa forma ajudou na modernização do trabalho dos parlamentares locais. Assim como empresas privadas espalhadas mundo afora, a Casa implementou atividades virtuais. Ou seja: a Alepe se viu obrigada a aderir ao chamado home office. Resultado que tem sido positivo até agora, comenta o deputado.

“Permanecemos exercendo o nosso ofício sem nenhum prejuízo às discussões”

“Tivemos de nos reinventar e criar novas formas de discutir e votar, no Plenário e nas Comissões Permanentes, matérias urgentes para o povo de Pernambuco. Em mais uma prova de maturidade política, aprovamos a Resolução nº 1.667/2020, que instituiu o Sistema de Deliberação Remota (SDR)”, comentou Medeiros. “Com essa ferramenta, permanecemos exercendo o nosso ofício sem nenhum prejuízo às discussões. A Assembleia continuou e continua a funcionar a pleno vapor, como prova o profícuo trabalho legislativo realizado”, complementou o presidente da Alepe.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro