Diretor do Butantan “mata” mais do que a covid-19

Dimas Covas previu que a covid-19 causaria 111 mil mortes no Estado de São Paulo em 180 dias de pandemia
-Publicidade-
Dimas Covas | Foto: Reprodução / Redes Sociais
Dimas Covas | Foto: Reprodução / Redes Sociais

Dimas Covas previu que a covid-19 causaria 111 mil mortes no Estado de São Paulo em 180 dias de pandemia

Dimas Covas | Foto: Reprodução/Redes sociais

Em 6 de abril, Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, previu que a covid-19 causaria 111 mil mortes no Estado de São Paulo em 180 dias de pandemia. De acordo com Covas, o número catastrófico era inevitável e só não seria pior porque o governo estadual havia implantado medidas para mitigar a disseminação da doença. Passado esse tempo, no entanto, a quantidade de óbitos paulistas foi bem menor do que a imaginada por ele.

-Publicidade-

O primeiro registro de um paciente infectado pelo vírus chinês no Estado foi em 26 de fevereiro. Daquela data até a última segunda-feira, 31 de agosto, 187 dias se passaram. As vítimas da covid-19, no entanto, ficaram em pouco mais de 30 mil. O coronavírus fez, portanto, 81 mil vítimas a menos do que previam as contas anunciadas pelo conselheiro do governador João Doria.

Leia também: “Covid-19: Brasil supera a marca de 3 milhões de recuperados”

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Isso porque ele previa pelo menos 70% de isolamento medido pela localização de celulares (faz-me rir). Salvadores de vida de gráficos. Se tivessem um traço de dignidade pediriam desculpas e assumiriam que estavam errados. O que fizeram foi criar um problema para agora posarem de solucionadores. Acredita quem quer. Certo está o Ministério da Saúde em designar um veterinário para a coordenação da vacinação dado o público alvo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.