-Publicidade-

Em Ohio, funcionários de lares de idosos se recusam a tomar vacina contra o coronavírus

Governador do Estado norte-americano se diz insatisfeito com a velocidade da vacinação
O governador de Ohio, Mike DeWine
O governador de Ohio, Mike DeWine | Foto: Dilvugação/Governo de Ohio

Mike DeWine (Republicano), governador de Ohio, informou que a maior parte dos funcionários de lares de idosos do Estado norte-americano não está aceitando tomar a vacina contra o coronavírus. Segundo o site Poder 360, o relato do político foi feito na segunda-feira, 20.

“Não tenho dados diante de mim, mas, curiosamente, parece que algo em torno de 40% da equipe em lares de idosos está tomando as vacinas e 60% não estão tomando”, declarou.

DeWine também fez críticas à velocidade com que a vacinação está acontecendo em Ohio. “Não estou satisfeito com a posição em que estamos em Ohio”, disse. “Não estamos nos movendo rápido o suficiente, mas vamos chegar lá”.

Leia também: “Vacina da Oxford é aprovada para uso emergencial na Índia”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês