Em São Paulo, idosos não serão os primeiros a receber a vacina contra a covid-19

Indígenas, quilombolas e profissionais da saúde estarão à frente
-Publicidade-
Doria: abandonado até por prefeitos do PSDB em SP | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
Doria: abandonado até por prefeitos do PSDB em SP | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL | joão doria - governador de sp

Indígenas, quilombolas e profissionais de saúde estarão à frente

joão doria - governador de sp
Governador de São Paulo, João Doria | Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
-Publicidade-

Os idosos não integrarão o primeiro grupo que receberá a vacina chinesa contra a covid-19 em São Paulo. À frente deles, indígenas, quilombolas e profissionais de saúde serão imunizados com a primeira dose da CoronaVac em 25 de janeiro, dia da fundação da capital paulista, e com a segunda em 15 de fevereiro. O governo do Estado anunciou na segunda-feira 7 o Plano Estadual de Imunização. Nele consta o slide abaixo com as datas previstas para cada público-alvo na fase inicial da vacinação em São Paulo.

Primeira fase do Plano Estadual de Imunização do Estado de São Paulo | Foto: Reprodução/Governo de São Paulo

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.