-Publicidade-

Governo informa que negocia 30 milhões de doses das vacinas Sputnik V e Covaxin

A expectativa do Ministério da Saúde é ter acesso aos imunizantes ainda em fevereiro
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em coletiva de imprensa no Hospital de Campanha Nilton Lins, em Manaus
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em coletiva de imprensa no Hospital de Campanha Nilton Lins, em Manaus | Foto: Sandro Pereira/FotoArena/Estadão Conteúdo

O Ministério da Saúde afirmou nesta quarta-feira, 3, que vai se reunir na sexta-feira 5 com representantes do instituto russo Gamaleya, fabricante da vacina Sputnik V, e do laboratório indiano Bharat Biotech, fornecedor do imunizante Covaxin, para negociar a compra de mais 30 milhões de doses de vacinas contra a covid-19.

“A decisão de avançar as negociações ocorre após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizar o novo protocolo com simplificação do processo de concessão de uso emergencial e temporário de vacinas, dispensando a realização de estudos clínicos de fase III. A expectativa da pasta é ter acesso aos imunizantes ainda em fevereiro”, afirmou o Ministério da Saúde.

Leia também: “Coronavírus: quase 100 milhões de doses de vacina aplicadas no mundo”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês