Governo prevê 77 milhões de pessoas em grupos prioritários da vacina da covid-19

Trabalhadores da saúde na linha de frente contra o coronavírus estão inclusos
-Publicidade-
Governo prevê 77 milhões de pessoas em grupos prioritários da vacina da covid-19
Governo prevê 77 milhões de pessoas em grupos prioritários da vacina da covid-19 | Foto: Erbs Jr./FramePhoto/Estadão Conteúdo

O Ministério da Saúde atualizou o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19. Com data de 20 de janeiro, o novo documento traz o número previsto de pessoas nos grupos prioritários: 77,2 milhões.

A primeira versão detalhava as três primeiras fases da vacinação e a previsão era de vacinar 49,6 milhões de pessoas. Na segunda versão, o governo detalha apenas como será a primeira etapa de vacinação: serão 2,8 milhões de pessoas que receberão duas doses da CoronaVac, das 6 milhões de doses disponíveis. Estão neste grupo: trabalhadores da saúde na linha de frente contra a covid-19, idosos residentes em instituições de longa permanência, pessoas com mais de 18 anos de idade com deficiência em Residências Inclusivas e população indígenas.

Depois, preferencialmente, de acordo com a disponibilidade da vacina, novos grupos serão incluídos: equipes de vacinação que estiverem envolvidas na etapa das primeiras 6 milhões de doses; trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos e de Residências Inclusivas (Serviço de Acolhimento Institucional em Residência Inclusiva para jovens e adultos com deficiência); trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção básica, envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados da covid-19; e outros trabalhadores de saúde.

-Publicidade-

Esses e outros grupos continuam contemplados em uma futura etapa da vacinação, mas o escalonamento se dará conforme a disponibilidade das doses de vacina, após liberação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Leia também: “Vacinação em massa no Brasil começa em fevereiro, garante ministro”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.