Heparina reduz risco de infecção por coronavírus em 70%

Estudo da Unifesp e colaboradores europeus revela que anticoagulante dificulta a entrada do vírus nas células.
-Publicidade-
Foto: CCO/PxHere
Foto: CCO/PxHere

Estudo da Unifesp e colaboradores europeus revela que anticoagulante dificulta a entrada do vírus nas células

Foto: CCO/PxHere
-Publicidade-

Pesquisa realizada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) em colaboração com estudiosos europeus mostrou que a heparina, um medicamento anticoagulante, também dificulta a entrada do coronavírus nas células do organismo.

Testes feitos em laboratório com linhagem celular do rim do macaco-verde africano mostrou que o uso da medicação diminuiu em 70% a invasão do vírus. Os resultados estão em um artigo ainda sem revisão por outros cientistas na plataforma bioRxiv.

“Existiam indícios de que a heparina, um fármaco que desempenha várias funções farmacológicas, também tinha capacidade de prevenir infecções virais, inclusive por coronavírus, mas as evidências não eram muito robustas”, explica a professora da Unifesp e coordenadora do projeto no Brasil, Helena Bonciani Nader. “Conseguimos comprovar essa propriedade do medicamento em ensaios in vitro.”

Para se multiplicar, o vírus precisa entrar na célula, que é justamente o que o anticoagulante impede.

Agora, o grupo de pesquisadores vem realizando mudanças estruturais no medicamento, para encontrar a molécula com melhor efeito contra o sars-cov-2, mas que também não cause muito sangramento, um potencial efeito colateral do remédio.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site