Hospital de campanha do Riocentro começa a ser desmobilizado

Nesta sexta-feira, 17, 200 dos 500 leitos da unidade municipal deixarão de existir, contudo, sem que se saiba sequer se o espaço precisava ter sido erguido.
-Publicidade-
Hospital de campanha do Riocentro começa a ser desativado sem que se saiba sequer se precisava ter existido | Foto: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro
Hospital de campanha do Riocentro começa a ser desativado sem que se saiba sequer se precisava ter existido | Foto: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro | hospital de campanha do riocentro, desmobilizado, prefeitura do rio de janeiro, transparência, desativação, hospitais de campanha, coronavírus, covid-19

Nesta sexta-feira, 17, 200 dos 500 leitos da unidade municipal deixarão de existir, contudo, sem que se saiba sequer se o espaço precisava ter sido erguido

hospital de campanha do riocentro, desmobilizado, prefeitura do rio de janeiro, transparência, desativação, hospitais de campanha, coronavírus, covid-19
Hospital de campanha do Riocentro começa a ser desativado sem que se saiba sequer se precisava ter existido | Foto: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro

A Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro começará, nesta sexta-feira, 17, a desmobilizar o hospital de campanha do Riocentro, após dois meses de utilização.

-Publicidade-

Dos atuais 500 leitos, 200 serão fechados, todos de enfermaria. Nenhuma unidade de terapia intensiva será removida momentaneamente.

De acordo com a coluna de Berenice Seara no jornal Extra de hoje, no entanto, o hospital poderia até mesmo ser fechado: o máximo de ocupação atingido em todo o período que ficou aberto foi de 128 pacientes. Ontem eram apenas 48.

Já há investigação aberta no Ministério Público do Estado para entender os gastos com o local, já que a transparência da prefeitura não separa os custos por unidade de atendimento. Estima-se que no Riocentro, R$ 100 milhões dos pagadores de impostos foram consumidos.

Desta maneira, agora apenas o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, deve permanecer com todos os leitos de covid-19 disponibilizados desde o começo da pandemia.

Leia também: Prefeitura do Rio começa a desativar leitos de covid-19

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.